sábado, 7 de março de 2015

Homens crentes devem usar somente terno e gravata e mulheres crentes devem usar somente saias e vestidos?














As questões são: 

Pode um irmão que é pastor, presbítero, líder cristão, etc , ir a igreja (congregação) para um culto sem usar terno e gravata? 
Pode um pastor não usar terno e gravata para celebrar um culto? 
Pode uma irmã usar calça comprida ou outra roupa que não seja saia e vestido para ir a um culto ou frequentar sua igreja?

Como cristão e pastor A MINHA POSIÇÃO ACERCA DA QUESTÃO é a seguinte: 

A Palavra de Deus DEVE sempre ser o nosso manual em termos de fé e de prática. Ela DEVE ser nosso guia em todas as situações da vida e da existência humana. 

Portanto, o caso das roupas é simples. 
A Bíblia nos ensina que devemos ser criteriosos em nosso modo de viver e não causar escândalos.
Mas tudo deve ser feito com decência e ordem” 1 Coríntios 14:40
“Mas, qualquer que escandalizar um destes pequeninos, que crêem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma mó de azenha, e se submergisse na profundeza do mar. Ai do mundo, por causa dos escândalos; porque é mister que venham escândalos, mas ai daquele homem por quem o escândalo vem!
Portanto, se a tua mão ou o teu pé te escandalizar, corta-o, e atira-o para longe de ti; melhor te é entrar na vida coxo, ou aleijado, do que, tendo duas mãos ou dois pés, seres lançado no fogo eterno. E, se o teu olho te escandalizar, arranca-o, e atira-o para longe de ti; melhor te é entrar na vida com um só olho, do que, tendo dois olhos, seres lançado no fogo do inferno.” Mateus 18:6-9
“Eu vos envio como ovelhas no meio de lobos. Sede, pois, prudentes como as serpentes, mas simples como as pombas.Mateus 10:16
“Portanto, estai atentos para que o vosso procedimento não seja semelhante aos insensatos, mas andai em sabedoria, aproveitando bem cada oportunidade, porque os dias são maus.” Efésios 5:15

Nestes textos vemos alguns princípios que devem ser considerados por todos (homens e mulheres) os cristãos que são: ordem, decência, bom senso, prudência, sensatez, moderação, discrição e sabedoria. Estes princípios devem existir em toda e qualquer situação, inclusive na forma como nos vestimos. 
E sabemos que uma saia ou um vestido podem ser muito mais escandalosos que uma calça jeans ou social e vice-versa, portanto, não é o tipo, mas a forma e a postura de quem as vestem ou usam.
Acentuo aqui que o pastor não é um estilista e a igreja não é uma instituição do ramo da moda, portanto, deve-se se limitar a ensinar os princípios bíblicos e advertir para a quebra destes princípios.
Com relação a obrigatoriedade de homens usarem terno e gravata e mulheres saias e vestidos em cultos ou atividades da igreja, não vejo essa obrigação como um ensino bíblico, pois cada cristão deve ser ensinado e se portar dignamente, de forma adequada (aqui também consideremos o clima de nosso país) e com prudência e sabedoria e não obrigado a usar este ou aquele tipo de roupa. 
A recomendação bíblica aqui é para que se vistam de acordo com a situação e ocasião, de forma que não causem escândalos ou chamem a atenção desnecessária para si (seu corpo, sua roupa, sua postura, etc). 
Uma pessoa pode estar muito bem vestida e não estar em traje social e uma pessoa pode estar mal vestida e estar em traje social. Uma mulher pode estar vestida com uma calca e não chamar a atenção para seu corpo e pode estar vestida com um vestido e chamar a atenção para seu corpo. A questão aqui não é o tipo de traje, mas sim o bom senso, a moderação, a discrição, como se porta e a situação em que se está inserido.
Portanto, um pastor ou qualquer cristão, do ponto de vista bíblico, pode sim não usar terno e gravata em certas ocasiões e mulheres cristãs podem sim usar roupas que não sejam somente saia e vestido. O que importa é a obediência aos princípios bíblicos já mencionados.
Agora, se você congrega em uma organização (denominação) onde existe uma regra ou norma denominacional que obriga seus membros a se vestirem com certos tipos de roupa, você sabia que era assim e aceitou estas normas quando se tornou membro desta denominação e portanto, você tem duas opções biblicamente falando: 

a) Ficar ali, obedecer e não murmurar (obediência as autoridades instituídas por Deus).
b) Procurar outra igreja pra congregar que não tenham estas normas (Liberdade para servir a Deus onde entender que é seu lugar)


Nos dois casos, não peca contra Deus.


Pr. Magdiel G Anselmo.

12 comentários:

  1. A paz do Senhor Pr.

    Concordamos em partes com que o irmão expõe como uma verdade expressa.
    No entanto, sabemos que ternos e gravatas é uma opção de algumas igrejas evangélicas como padrão para os seus ministros. Isto de maneira nenhuma devemos contraditá-los, pois acreditamos que para os sacerdotes do corpo de Cristo há que haver uma diferença seja espiritual como literal através das suas vestes.

    "Então voltareis e vereis a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus, e o que não o serve." (Malaquias 3 : 18)

    Conquanto, para a Deus a mulher tem ser reconhecida como uma mulher, e o homem como homem. Se a mulher se veste como homem isto difere do Escriturado Bíblico.

    As vestes quanto a sensualidade são o um laço para o erro tanto do cobiçador como aquele se faz cobiça. Bate-seba fez-se cobiça para ser cobiçada. O erro não foi só de Davi, mas também dela. No entanto, ela não pertencia aos princípios do Livro da Lei quanto ao pudor; mas Davi conhecia os princípios do Senhor mesmo que em partes.

    Olha nem estamos falando de cabelos os quais a palavra de Deus já nas entre-linhas deixa claro que são cumpridos. Porquanto, com quais cabelos se podem fazer tranças? - Com que tipo de cabelos se podiam secar os pés do Senhor Jesus Cristo?

    "E tinham cabelos como cabelos de mulheres, e os seus dentes eram como de leões." (Apocalipse 9 : 8)

    Que tipo de cabelo tem que ter a mulher crente no Senhor? sem falar em I Coríntios 11.

    Como se vestem as santas mulheres de Deus é de uma maneira, e as que são do mundo é de outra; isto é inconteste. isto que nem estamos falando de Deuteronômio que fala em abominação ao Senhor quem tais coisas fazem.

    "Não haverá traje de homem na mulher, e nem vestirá o homem roupa de mulher; porque, qualquer que faz isto, abominação é ao SENHOR teu Deus." (Deuteronômio 22 : 5)

    Quais foram as abominações que cairam ou eram só figuras ou sombra das coisas que haveriam de vir? - Pelo que sabemos em Apocalipse 21:8 os abomináveis não entrarão no reino de Deus. Quem seriam eles?

    Quem diz que os abomináveis que se vestem como homem sendo mulher, e ou homem como mulher não estão contidos neste prisma?

    Olha irmão, desculpe todo este jornal, pois só entremos nos resumos teológicos, pois se adentrássemos ao âmago do Santo Livro teríamos uma só verdade:

    "Não acrescentareis à palavra que vos mando, nem diminuireis dela, para que guardeis os mandamentos do SENHOR vosso Deus, que eu vos mando." (Deuteronômio 4 : 2)

    "Eu sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente; nada se lhe deve acrescentar, e nada se lhe deve tirar; e isto faz Deus para que haja temor diante dele." (Eclesiastes 3 : 14)

    "Nada acrescentes às suas palavras, para que não te repreenda e sejas achado mentiroso." (Provérbios 30 : 6)

    Apocalipse 22:>18 Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro;
    19 E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro.



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Pr. Luis Oliveira, Graça e Paz

      Em primeiro lugar a minha postagem não traz nenhum tipo de desrespeito a costumes dessa ou daquela igreja, mas sim uma análise bíblica acerca do tema.
      Em segundo lugar, com relação aos textos que menciona do AT e que dizem respeito a vestes, cabelos, etc devemos lembrar que as vestes daquele tempo ou das regiões ali descritas não são as de hoje e em nossa região ocidental (senão nós homens teríamos que usar roupas como as que eram ali usadas e que hoje são considerados vestidos femininos em nosso país e continente). E também não devemos esquecer que essa questão de vestimentas tem muito a ver com a cultura de um povo e não propriamente com um mandamento bíblico. Há povos que a cultura ali praticada nem vestimentas são usadas e outros que estas vestimentas são consideradas por nós escandalosas e inadequadas. Há de se levar em consideração esta questão cultural da época e da região ok?
      Inclusive a questão de termo e gravata foi um costume trazido ao nosso país pelos primeiros missionários europeus e até norte americanos, que assim se vestiam (devido ao clima de seus países) e que equivocadamente, consideramos como este tipo de roupa sinal de respeito ou padrão como menciona em algumas igrejas. Há de se também refletir sobre isso.
      Biblicamente falando como menciono na postagem, o princípio bíblico ensinado é o de ordem e decência e não desse ou daquele tipo de roupa.
      A questão é muito mais conceitual e profunda do que simplesmente proibir ou não alguém de vestir essa ou aquela roupa.
      Por fim, devo lembrar ao irmão que a Bíblia é um livro de princípios e valores de Deus e não um livro de exemplos, e mais, a interpretação dos textos que menciona devem levar em consideração uma boa hermenêutica e exegese, onde se analisará os contextos históricos, geográficos, religiosos, sociais, etc daquela época e região, para que sua aplicação hoje possa ser fiel aos princípios estabelecidos pelas Escrituras em sua totalidade e não em textos isolados e equivocadamente interpretados. Por isso a Bíblia possui Antigo e Novo Testamento, ok?
      Espero ter lhe ajudado de alguma forma no maior entendimento e reflexão sobre este tema que oprime muitos em várias igrejas em nosso país.
      Costume é costume, doutrina bíblica é doutrina bíblica. Não confundamos "alhos com bugalhos".
      Abçs,
      Em Cristo,
      Pr. Magdiel G Anselmo.

      Excluir
    2. A paz do Senhor.

      Concordamos que um texto fora do seu contexto é um pretexto para heresia. Que uma boa hermenêutica segundo as suas regras nos dará uma boa exegese.

      Sabemos que a profundidade do Escriturado Bíblico vai muito além do exterior, e adentra ao âmago da alma.

      No entanto, o que queremos dizer nosso ao amado irmão é que para o Senhor, homem tem ser homem e se vestir como um homem segundo o costume do seu pais para os homens, e da mesma forma a mulher; isto é inconteste.

      Que nas Doutrinas de Salvação, tem a Santidade como último estágio antes da Glorificação.

      Conquanto, que a Santidade vem de de dentro para fora, pois não adianta exteriorizar santidade e não ser por dentro. No entanto, todo aquele que é santo por dentro, o será por fora.

      "Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver;" (I Pedro 1 : 15)

      "Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo." (I Pedro 1 : 16)

      Que a vestimenta não é uma Doutrina de Salvação é inquestionável, mas está inclusa nos bons costumes para a santificação.

      "Mas o homem encoberto no coração; no incorruptível traje de um espírito manso e quieto, que é precioso diante de Deus." (I Pedro 3 : 4)

      "Porque assim se adornavam também antigamente as santas mulheres que esperavam em Deus,e (...);" (I Pedro 3 : 5)

      Sabemos, que a mulher é muito mais do que imaginamos, pois ela é a figura da igreja do Senhor Jesus Cristo, e nós homens uma figura de Cristo; análogo (Efésios 5:22-33).

      Que o casamento místico do Senhor com o seu povo (Isaías 62:2-5) é a figura comprovada desta questão.

      Em sendo tanto homem figura de Cristo, como Ele é assim devemos ser; e que a mulher é uma figura da Igreja; porquanto, justificado está nós sermos o templo do Espirito Santo (I Cor. 3:16,17; 6:19,20), onde não pertencemos a nós mesmos; com isso não deveríamos estar segundo a sua palavra?

      Em um velho livro do Pastor Antônio Gilberto quanto a usos e costumes, vemos a coerência deste prestimoso servo do Senhor em suas colocações.

      A CPAD tem um bom livro para consulta sobre o mesmo assunto.

      Com isso queremos dizer que não somos intérpretes do Escriturado do Senhor, pois ele por si se interpreta; apenas procuramos obedecer a sua palavra no seu correto entendimento.

      Concluindo: Hoje, a sensualidade na igreja do Senhor Jesus Cristo, independente de placas é uma triste realidade.

      Que as vestes nesta condição é um convite ao erro. Se não estivermos segundo a palavra do Senhor em humildade, diferindo da vaidade, que é a soberba da vida, dificilmente alcançaremos o êxito de estarmos com o Senhor.

      Desculpe-nos se o ofendemos neste embate para a edificação; pois esta não era esta a intenção. Também não era uma disputa ideológica ou teológica, muito embora se lide e estude esta matéria, mas um despertamento de fontes onde as águas irão tornarem-se claras cada vez mais.

      Amém.



      Excluir
    3. Caro Pb. Luis Oliveira, mesmo com todos os meus esforços, penso que não entendeu a minha postagem e muito menos meus comentários respondendo aos seus. Mas, tudo bem, entendo que em muitos situações é difícil entender de forma diferente algo que é tido como fundamental por muitos grupos e um costume opressor que está arraigado em nossa cultura evangélica contaminada por outras culturas vindas dos nossos primeiros irmãos missionários no solo de nosso país (ressalto que não foi essa a intenção dos missionários...).
      Não vou comentar acerca dos textos bíblicos que menciona, pois continua se utilizando de textos fora do contexto..
      E não me senti ofendido pelo irmão, do contrário, sinto me honrado com sua participação aqui. E mais, é por causa de pensamentos e opiniões como as suas que escrevi o texto. O irmão foi, sem dúvida, uma ótima ilustração do posicionamento existente que diverge dos meus a respeito das vestimentas de um cristão.
      Agradeço suas sugestões de obras sobre o tema, mas já possuo as que menciona e muitas outras acerca do assunto que escrevo. Não sou um mero simpatizante mas por conhecer profundamente a questão teoricamente e na prática adquirida nos meus vinte anos atuando no ministério pastoral é que resolvi escrever sobre isso.
      A intenção é ajudar no entendimento da questão e não vencer debates ou embates.
      Entendendo que até aqui houve edificação publiquei seus comentários, mas penso que à partir daqui, não nos edificaremos mutuamente, restando apenas uma discussão infrutífera (já que não consegue entender minha argumentação bíblica).
      Por isso encerro aqui nosso diálogo e.agradeço sua contribuição aqui em meu blog. Reafirmo tudo que escrevi como sendo a correta análise bíblica sobre o tema proposto pela postagem e lhe sugiro, humildemente, que reflita melhor e reavalie sua posição.

      Deus abençoe sua vida.

      Pr. Magdiel G Anselmo.

      Excluir
    4. Olá Senhores.
      Concordo com o Pr. Magdiel G Anselmo. Não sou especialista no assunto, mas de onde eu eu sei uma boa exegese bíblica não pode ser feita com paixões, mas levando em conta um bom estudo histórico e analisando o contexto cultural e religioso da época. As escrituras foram escrita na antiguidade, e acontece que os princípios são sempre novos. Eu compreendo o que nobre pastor assembleiano esta dizendo sobre o que Paulo aconselhou em sua carta aos Coríntios. Mas esse apostolo nos deu um princípio. "Tudo é lícito, mas nem tudo convém", Então agora não é mais questão de se pode ou não pode, se é legal ou não. Se a lei judaica de tempo de moisés diz ou não. Mas o que realmente é conveniente? É conveniente que a simpática irmãzinha vá à praia de saia preta abaixo do joelho? Não porque saias abaixo do joelhos são inconveniente desde os anos 30 no nosso pais. Agora o nobre pastor me responda. Quem disse que calça Jeans é roupa de homem? Jesus usava vestido.Logo a teoria do irmão cai por terra. Então nós homens vamos usar vestido, porque Jesus usava. Alias ele usava as roupas de sua época. Outra coisa o que são vestes santas? Eu conheço pessoas santas. Sabe eu não consigo encontrar base bíblica para essa falsa doutrina das vestes. A repreensão de Paulo às corintianas era justamente para que elas se vestissem como as mulheres de sua época. As crentes tem que se vestir de forma elegante e não com roupas bregas do tempo do lutero pelo amor de Deus. Devemos querer que nossas mulheres sejam piedosa, mulheres de oração, ganhadoras de alma, sedentas pelo espirito santo e não uma mulher de bigode e perna cabeluda e roupa cafona. Sinceramente isso não é de Deus. Desculpa o desabafo.

      Excluir
    5. Agradeço sua visita, comentário e contribuição em meu blog Thiago Lima. Abçs e Deus o abençoe.

      Excluir
  2. Sou cristã ha 5 anos, sou batista, aceitei a cristo é claro que hoje me diferencio dos impios, porem através de meus comportamentos.
    agora falando em vestes, será que algum homem teria coragem de vestir minhas calças? acredito que não, pois são calças femininas. tenho meus cabelos chanel, é o corte que gosto. será que um homem usaria uma peruca no estilo de meus cabelos? também acredito que não, afinal ficaria com cara de homem afeminado.
    Portanto, não estou em pecado, não uso roupas de homens.
    Alguém tem algo mais para dizer?
    irmãos, vamos levar o evangelho para aqueles que ainda não aceitaram a cristo, vamos evangelizar nas cracolândias, vamos se alimentar da palavra de cristo e não de doutrinas.

    ResponderExcluir
  3. Também penso da mesma forma. Uso e costumes não salvam ninguém. O que salva e a pregação do evangelho puro do Sr Jesus.Somente Deus conhece o coração daquele(a)que veste calça ou vestido .

    ResponderExcluir
  4. Deus abençoe a todos ,, Paulo afirma que somos cartas de Cristo , esta carta é lida por justos e injustos.. Devemos lembrar que o proprio Jesus mencionou que somos o sal da terra e a luz do mundo.. por isso entendo eu que nossas vestes falam mtas vezes mais do que nossas palavras,, pois nem a todo momento temos a oportunidade de falar do amor de Cristo... porem nossas atitudes e nossa maneira de vestir muitas vezes e um sermão poderoso para varios incrédulos...

    ResponderExcluir
  5. Um exemplo simples: Em muitos templos atualmente um homem não pode entrar se não estiver com calça; em muitos lugares é recomendado o uso de vestimenta formal, como casaco, camisa, gravata e etc. Aí lhe faço uma reflexão: qual era a vestimenta de Jesus? Pois é sabido que na época de Jesus, se usava uma túnica, um manto, cinto de couro e sandálias. A bíblia (Palavra de Deus) faz menção que todas ou algumas dessas peças de roupas eram às vestimentas de Jesus. Agora imagine um homem entrando no templo para cultuar Jesus com essa vestimenta hoje? Pois é fato que determinados templos pregam ser uma afronta contra Deus, não estar vestido com o predeterminado pelos líderes do templo. O apóstolo Paulo escreveu em “1 Coríntios 11:1 Sede meus imitadores, como eu o sou de Cristo!”. É claro ver como os costumes atuais de comportamento fogem do que está escrito na palavra de Deus. Um amigo (irmão em Cristo Jesus), dias atrás me acometeu com uma questão sobre uma frase dita por Jesus que encontra-se em “Mateus 15:13 Toda planta que meu Pai celestial não plantou será arrancada”, onde o contexto da passagem tem como a indignação de Jesus, pelas falsas doutrinas pregadas pelos fariseus. Onde Jesus enfatiza que de nada adianta adornos, se o coração está vazio da verdadeira vontade de Deus. Pois de nada adianta aparentar ser o que de fato não é. Tenha sua fé com base na verdadeira vontade de Deus, leia e conheça por meio da bíblia. Pois como a palavra de Deus afirma “2 Timóteo 2:5 Da mesma forma, nenhum atleta é coroado como vencedor, se não competir de acordo com o regulamento”. Esse é um pequeno exemplo de como podemos julgar a verdadeira vontade de Deus, pelo simples fato de não conhece-la. Não digo que é errado se trajar bem, usar seu melhor perfume para adorar Jesus Cristo. Mas lembre-se da simplicidade de Jesus, pois o salvador do mundo nasceu em um estábulo e foi posto em uma manjedoura (tabuleiro em que se deposita comida para vacas, cavalos etc. em estábulos.), ao julgar, por ter como doutrina de vestes e costumes, possa estar se comparando à um fariseu de coração vazio.
    Texto bíblicos da bíblia King James

    ResponderExcluir
  6. Olá. Paz do Sr a todos só gostaria de deixar expresso para o Pr Luís se converter da sua religiosidade e perguntar se foi ele quem morreu na CRUZ por amor a todos. Uma Reflexão ao Sr Luís ler Tiago 3.

    ResponderExcluir

Faça seus comentários. Sua opinião é importante. Participe.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...