quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Uma Reflexão sobre o Namoro Cristão



Nunca é demais falar ou escrever sobre esse assunto, pois em nossos dias os adolescentes e jovens tem sido bombardeados por toda sorte de filosofias, princípios e conceitos de vida. Entretanto, os que são realmente cristãos não podem e não devem esquecer e negligenciar o que um dia aprenderam. Da assimilação desse aprendizado dependem seu futuro e sua comunhão com Deus. 
Por isso sempre é bom relembrar tais valores e princípios cristãos.

 1. O QUE É E POR QUE NAMORAR?

O que você pensa sobre o namoro? Você já fez essa pergunta a si mesmo? 
Ela pode ajudar muito a definir com que idade deve-se começar a namorar. Tudo depende da maneira como você vai encará-lo. Se for com seriedade e compromisso, pode-se dizer que o seu equilíbrio emocional está começando.
Outras perguntas e questões também são importantes.
Iniciar um namoro com 12 ou 13 anos, geralmente causa privações de estar com outros amigos, jogar o esporte que gosta, porque o(a) namorado(a) pode ficar com ciúmes. Por que queimar etapas da sua vida antes da hora? Assumir a seriedade do namoro tão cedo? Adolescência é para se curtir os amigos, viver muitas aventuras (sadias, claro). Será que você está preparado(a) para dedicar-se tanto a uma pessoa?
O namoro não é apenas um momento de emoção a dois, mas sim um período de descobertas visando o casamento. Ele é um período muito importante e deve ser levado a sério em nossas vidas. A sua base deve ser firmada num amor de verdade e não em uma paixão desenfreada. E isso leva tempo para se adquirir.

O namoro é o tempo das descobertas. Mas quais descobertas?

Respondo. 
É um tempo para descobrir o máximo como é o outro nos seguintes aspectos: sua personalidade, temperamento, caráter, afinidades e hábitos. Além de oferecer também uma oportunidade para se desenvolver amizade e companheirismo. E ponto final.

Você entrou num namoro só por causa das carícias? Cuidado! 
Elas são muito atraentes e envolventes, mas costumam cegar nosso entendimento para outras áreas importantes. Numa dessas, você pensa que o(a) garoto(a) é um príncipe (ou princesa), de repente você está com o maior "sapo" nas mãos.

2. COM QUEM VOU NAMORAR?

O primeiro princípio a ser respeitado para iniciar um namoro 
é o senso da vontade de Deus.

É vontade de Deus que você O busque com respeito ao namorado ou a namorada, pois não o diz Amós: "Acaso andarão dois juntos, se não estiverem de acordo?". Isso vale para o namoro também. É por essa razão que é preciso começar do modo certo.
E voltando à Palavra de Deus: "Não vos prendais a um jugo desigual com os incrédulos; pois que sociedade tem a justiça com a injustiça? Ou que comunhão tem a luz com as trevas? Que harmonia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o crente com o incrédulo? E que consenso tem o santuário de Deus com ídolos? Pois nós somos santuário do Deus vivo, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. Pelo que, saí vós do meio deles e separai-vos, diz o Senhor; e não toqueis coisa imunda, e eu vos receberei; e eu serei para vós Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso". 2 Co 6: 14-18.
É vontade de Deus que Jesus Cristo esteja incluído no namoro, bem no meio de vocês dois: "Portanto, quer comais quer bebais, ou façais qualquer outra coisa, fazei tudo para glória de Deus". "...Para a glória de Deus" inclusive o namoro. É vontade de Deus que você encare o namoro com muita seriedade.

Outro princípio a ser respeitado no namoro 
é o senso da afinidade mútua de valores.

Você precisa ter os mesmos valores que ela(e), e vice-versa, o que você aprendeu na Escritura precisa ser o valor também dele ou dela, os espirituais, mentais e físicos.

O namoro deve ter, então, um alicerce espiritual. 

Pecar contra o corpo é pecar contra o Espírito; e Deus se preocupa com esse assunto, e, assim, você não está só. Naquele momento mais quente do namoro, lembre-se que você não está só, pois tem o recurso da oração, e de dizer "basta!" 
Aliás, quem estabelece limites é a moça, não esqueça! É ela quem vai dando limites, e o primeiro limite da moça cristã (e, de resto, de qualquer moça) é "Pára aí! Não, senhor; não é hora, não; não é agora, não; e não é assim, não!" 
Por outro lado, no namoro tudo deve ter o aval do Senhor. Quando Cristo é o Senhor, problemas de abrasamento e precipitação são controlados e dominados. 

Sem Jesus Cristo, porém, vai ficar muito difícil  o namoro ter dignidade e propósitos corretos.

No entanto, quando estamos apaixonados, muitas vezes, nossos ouvidos ficam fechados aos inúmeros sinais de alerta que a própria relação nos oferece. Vejamos alguns sinais de alerta que afirmam que a relação precisa ser repensada.

1. O rapaz grita com a mãe. Ele vai gritar com a esposa.
2. Existe um descontrole financeiro no namoro, vai haver no casamento.
3. O namoro os afasta da vida com Deus.
4. Ele é violento.
5. Ela não permite que ele converse com outras meninas.
6. A paixão causa sofrimento, é doentia.
7. Alguém não se dá com a própria família ou com a do outro.
8. Um dos dois não é cristão.
9. Um dos dois não se envolve com a igreja.
10. A intimidade está indo longe demais.
11. Culpa
12. Discussões constantes

Há também algumas perguntas importantes para descobrir se existe “acordo” entre os dois:

1.O que ele (a) pensa sobre Deus?
2. Ele (a) dá testemunho de uma vida comprometida com Deus?
3. Ele (a) é bondoso(a)? Educado(a)?
4. Como ele(a) reage às suas fraquezas e defeitos?
5. Como reage aos problemas que a vida traz?
6. Como ele(a) reage à autoridade?
7.  É companheiro(a)? É amigo(a)?
8. É briguento(a)?
9. Ele(a) é sensível? Demonstra consideração?
10. Já estabeleceu alvos para o futuro?
11. Como ele(a) lida com dinheiro?

3.  A QUESTÃO (DIABÓLICA) DO "FICAR:

Pesquisando entre adolescentes, cheguei a 6 conclusões sobre o que significa para eles o FICAR e fiz um breve comentário sobre cada uma à luz da Palavra de Deus:

1) FICAR É NAMORAR DE BRINCADEIRA
Brincar com os sentimentos dos outros, ou mesmo arriscar os seus, também é errado. A Bíblia diz: "Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?" (Jr 17.9). Sentimentos são preciosidades. Não se gosta ou se deixa de gostar de brincadeira. Ademais, sempre se sai ferido de uma relação fingida.
Tudo quanto o cristão faz, pensa ou intenciona é para a glória do Senhor, devendo ser feito com responsabilidade e dedicação. Diz a Bíblia: "Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios e sim como sábios"(Ef 5.15). "Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens."(Cl 3.23).

2) FICAR É PRATICAR PARA VER SE VAI DAR CERTO
Deus não criou a família pelo sistema empírico (experimental). Pelo contrário, o Seu desejo sempre foi agir em prol do homem, dando-lhe uma pessoa adequada para sua felicidade. Veja o exemplo de Adão (Gn 2.22) ou de Isaque (Gn 24.51). Deus tem um plano para a união de dois corações, e pode conceder bênçãos maravilhosas!
"Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e, a quem bate, abrir-se-lhe-á" (Mt 7.7,8). Cabe ao adolescente e ao jovem estar atento às pessoas ao seu redor, consultando o seu coração e a Palavra de Deus.
"Esperei confiantemente pelo Senhor; ele se inclinou para mim."(Sl. 40.1a). O jovem cristão deve escolher alguém debaixo da orientação de Deus e que seja também uma pessoa cristã. Do contrário, está pecando: "Não vos ponhais em jugo desigual com os incrédulos; porquanto que sociedade pode haver entre a justiça e a iniqüidade? Ou que comunhão, da luz com as trevas? Que harmonia, entre Cristo e o Maligno? Ou que união, do crente com o incrédulo? (2 Co 6.14-16).
··Namorar é conhecer alguém no sentido básico da palavra: gostos, temperamento, procedimentos, personalidade, reações, etc. O restante está reservado para o casamento.
··Rapazes: como escolher uma namorada? Procure com sabedoria, lembrando que o que a garota é hoje com os pais dela ou em relação a Deus, ela o será amanhã com você também. Leia Provérbios 31.10-31 e repare nos sábios conselhos de uma mãe ao seu filho solteiro, para que se casasse com alguém digna. Procure uma moça cujos princípios sejam semelhantes a estes.
··Garotas: Como escolher um rapaz: O Salmo 1.1-3 aponta o comportamento do homem bem-aventurado.  As bem-aventuranças trazem um perfil ideal para o esposo preparado por Deus: humilde de Espírito, manso, parecido com Jesus, limpo de coração, pacificador (Mt 5.3-9). Peça ao Senhor, abra seus olhos e esteja atenta. Deus lhe mostrará e dará uma rica oportunidade de encontro.
"Ora, àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós, a ele seja a glória" (Ef 3.20,21a)

3) FICAR É SUPRIR PROVISORIAMENTE A CARÊNCIA AFETIVA E SEXUAL
Este argumento é falho. O ser humano sempre foi carente de afeto, seja pela falta sentida na infância, seja pela solidão circunstancial, e nunca houve necessidade de existir um relacionamento do tipo FICAR. Há um amor maior que nos conforta e supre a carência: O AMOR DE DEUS. Diz a Bíblia: “Nós amamos porque Ele nos amou primeiro"(1 Jo 4.19).
Nosso amor por Deus deve ser maior que qualquer outro amor humano, mesmo por alguém que é objeto de nossos sentimentos: "Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim, não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é digno de mim."(Mt 10.37). Martinho Lutero, o mais importante líder da Reforma Protestante, declarou, em seu hino CASTELO FORTE: "Se temos de perder os filhos, bens, mulher, embora a vida vá, por nós Jesus está, e dar-nos-á Seu reino!".
Para gozarmos constantemente deste abundante amor, devemos estar em comunhão constante com Ele, por meio da leitura bíblica, da oração e do testemunho diante de todos. Tenha certeza de que Ele é provedor: "E o meu Deus, segundo a sua riqueza em glória, há de suprir, em Cristo Jesus, cada uma de vossas necessidades". (Fp 4.19).
Muito cuidado! Abraços e beijos podem se tornar uma armadilha do inimigo. Cumprimentar outrem com um ósculo santo, um beijo na face, é uma coisa. Exceder-se na saudação, dando lugar à licenciosidade e sensualidade, é outra. Cuidado! Fuja do pecado e da aparência do mal: "Abstende-vos de toda a forma do mal"(I Ts 5.22)

4) FICAR É CURTIR TODO MUNDO NUMA BOA, SEM COMPROMISSO
Este pensamento é anti-cristão. É uma afirmação, no mínimo, irresponsável. É fruto da carência de normas no ambiente familiar. A palavra CURTIR tem diversos significados, mas aqui é utilizada no sentido de namorar, "transar".
Sinceramente, você se casaria com alguém que já FICOU com todo mundo e que, na realidade, nunca "ficou" comprometida com ninguém? Você aceitaria que sua irmã ou sua mãe se comportasse deste jeito? Ora, se isto é escabroso quando imaginado em alguém que nos é preciosa, que nos é querida, por que faz e acha interessante com as pessoas de outras famílias?
Lembre-se do sábio Salomão, que, em sua velhice, exclamou com veemência: "Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais dirás: Não tenho neles prazer.” (Ec 12.1). Igualmente o apóstolo Paulo lembra algo muito importante a Timóteo, o seu filho na fé: "Ninguém despreze a tua mocidade; pelo contrário, torna-te padrão dos fiéis, na palavra, no procedimento, no amor, na fé, na pureza.” (1 Tm 4.12).
O cristão é um ser comprometido com Deus e com o ser humano. É alguém que "veste a camisa", que "lança mão do arado e não olha para trás.". Não ter compromisso efetivo com a pessoa querida é pecado, falto de caráter, fruto de uma educação equivocada e de um coração sem sentimentos. O que deve unir alguém à outro é o amor, e este é poderoso e permanente: "O amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta; o amor jamais acaba"(1 Co 13.8,9a).

5) FICAR É NAMORO AVANÇADO, ONDE VALE TUDO
Sendo um relacionamento mundano, fruto de uma sociedade sem Deus, FICAR não serve para nós. Simular um comportamento afetivo com quem não se ama? Ter comportamento de pessoas casadas estando solteiro? Fazê-lo com pessoas estranhas? Isto é perversão, hipocrisia e mentira. Tolo é aquele que crê nas mentiras, crê no carinho do estranho, no amor de quem não está nem aí com os sentimentos alheios.
Tal pessoa está caindo na armadilha de Dalila, que trocou afetos, carinhos e atos conjugais pela destruição do infeliz Sansão (veja Juízes, capítulo 16). Quem age assim não merece você. Deus tem alguém especial, alguém que não lhe tenha como "estepe", como "quebra-galho", mas sim como alguém de fundamental importância. Se você já se comportou mal assim, Deus tem um remédio para seu erro: arrependimento! "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça"(1 Jo 1.9)

6) FICAR É A MODA ENTRE JOVENS E ADOLESCENTES
Pode estar na moda, mas está errado. Aliás, este mundo está debaixo da orientação do diabo, e nada tem de Jesus. Nós, os cristãos, não somos mais deste mundo, por isso devemos sempre pedir ao Senhor para nos livrar do mal. Resta saber de que lado você está. Se você é um cristão nominal, que não se converteu, então a moda é sua.
Mas, se você tem ao Senhor Jesus Cristo como seu Senhor e Mestre, então o pecado não pode exercer domínio sobre você, e a moda não o obrigará a agir como todos agem. Sabe o que muita moda é? Um disfarce do inimigo, de sua influência sobre o povo do mundo. Já percebeu que as modas geralmente trazem um ideal errado? Primeiro de abril trás a mentira. Verão forte trás top less e naturalismo (nudismo).
Carnaval trás rebelião contra autoridades, homossexualismo, drogas, adultério, etc. Já ouviu falar de uma moda que trouxesse arrependimento, paz entre os povos, alimento aos famintos, distribuição de renda, perdão aos magoados? Claro que não. Portanto, fuja da moda! Seja esperto, seja jovem, seja atual, mas somente no que concerne à linguagem e socialização gerais; nunca às práticas nocivas.
"...Não sabeis que a amizade do mundo é inimiga de Deus? Aquele, pois, que quiser ser amigo do mundo, constitui-se inimigo de Deus.. (Tiago 4.4); "Não ameis o mundo, nem as coisas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele."(1 Jo 2.15). Deus tem outra moda. A moda dele é melhor. Se ligue em Seus caminhos.


CONSIDERAÇÕES FINAIS

Espero que essa breve reflexão tenha ajudado a lembrar os princípios de Deus para relacionamentos afetivos como o namoro entre cristãos.
Pratique-os em sua vida e seja feliz!




Deus os abençoe.

Pr. Magdiel G Anselmo.


2 comentários:

  1. Hey There. I found уou blog using msn. This is a vewrу well
    written article. I will be sure to booҝmark it annd return tߋ
    read more of your useful information. Tanks for the pοst.
    I'll ceгtainly comeback.

    Here is my page - face mask recipe

    ResponderExcluir
  2. Muito bom esse estudo, que Deus abençoe e continue te usando pra o Louvor da Glória de Deus

    ResponderExcluir

Faça seus comentários. Sua opinião é importante. Participe.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...