terça-feira, 17 de setembro de 2013

Pastor, cuide de sua família !




 
Não há ministério pastoral que resista se a família do pastor estiver desmoronando, ruindo, e pior, sem que ele perceba.
Portanto, caro pastor, cuide de sua família, antes mesmo da igreja que pastoreia. Não adiantará nada cuidar da igreja e perder sua família. Lembre-se que sua família é a primeira igreja que pastoreias.
 
 
 
E lembre-se também que o inimigo sabe que se destruir sua família, destruirá seu ministério.
Não seja negligente a ponto de esquecer isso. Vigie e cuide para que isso não ocorra.
 
Quando estiveres na igreja local, em um culto ou alguma atividade e lá não encontrar seus filhos ou até mesmo sua esposa, pergunte a si o que foi que ocorreu. O que não está dando certo? Por que eles não estão aqui comigo?
Faça essas perguntas e outras mais.
 




Onde estão seus filhos?
Como está sua esposa?
Você tem ouvido seus filhos?
Você tem apascentado sua esposa?
Quando foi a última vez que conversou com seus filhos?
Quando foi a última vez que ouviu de verdade sua esposa?

Quando foi a última vez que disse que amava sua esposa e demonstrou isso de forma objetiva e não simplesmente por palavras lançadas ao vento?
Será que sua família não está triste e incomodada com suas atitudes e rotina?
 
Você tem estado presente em seu lar ou
a igreja virou sua casa?
 
Pastor, a igreja não é a sua casa nem os irmãos são seus filhos e esposa.
 
Não inverta as prioridades, pois isso lhe trará imensos sofrimentos. Há lugar e tempo para os dois, não negligencie sua família em prol da igreja.
A própria igreja local lhe agradecerá, pois um pastor com uma família unida e abençoada, abençoa a igreja local do qual faz parte e pastoreia.


 Cuide de sua família, pastor, ou a perderá.

 

Seus filhos procurarão outros ouvidos e se perderão nos enganos de pessoas usadas para destruir suas vidas. Sua esposa poderá se tornar amarga e triste porque não tem em seu marido o amigo que deseja e que precisa e muito menos o homem que a faz feliz como mulher.
Pense nisso, caro pastor, pense nisso e comece a agir enquanto ainda dá tempo.
Do contrário, perderá sua família.
E não haverá ministério ou serviço na igreja que irá minimizar a dor dessa perda. Com a perda de sua família, perderá inevitavelmente seu ministério, e por fim, sua paz.
Aqui vai algumas sugestões práticas:
 
a) Vá passear com sua família (esposa e filhos), se divirtam juntos, brinquem, riam...
b) Vá passear com sua esposa (só você e ela). Escolha um lugar que ela goste, se divirtam juntos, brinquem, namorem...
c) Controle sua agenda na igreja de tal forma que reserve um bom tempo com a família. Explique isso à igreja. Ela entenderá (ou terá que entender) que tem também obrigações em seu lar.
d) Converse com sua família. Converse com sua esposa (deixe ela falar, não monopolize o diálogo). Converse com seus filhos (principalmente se forem jovens ou adolescentes), eles precisam partilhar contigo suas ansiedades, preocupações, planos e experiências. Dê espaço pra isso. Ouça muito e os oriente quando necessário.
e) Seja amoroso e compreensivo em casa da mesma forma que é na igreja. Não seja contraditório.
f) Demonstre seu amor pela família. Faça surpresas para os filhos. Faça surpresas para sua esposa. Seja romântico...
g) Tire todo ano suas férias da igreja. Não há justificativas para não fazer isso. Sua família é a primeira igreja que pastoreias.
h) Ensine esses princípios e atitudes aos demais líderes e maridos da igreja que pastoreias. Ensine que o ativismo é um inimigo das famílias cristãs.
 

i) Namore sua esposa. Faça carinhos. Ame-a de palavras e de ações. Ela precisa de você.
j) Seja um amigo de sua família.
Dessa forma, eles confiarão em você para qualquer questão.
k) Não permita que eles tenham um conceito de pastorado como algo que distancia ou separa o pai ou o marido da esposa e filhos. O seu pastorado para eles deve ser motivo de alegria e suavidade e não de opressão e sofrimento.
 
 

l) Seja Feliz e desfrute da felicidade que eles expressarão por ter um marido e um pai presente no lar e na vida deles.
 
Se essas sugestões não fazem parte de sua vida ou nunca pensou nisso com a devida atenção, é hora de parar agora e fazer uma reflexão, uma análise introspectiva de sua vida.
Olhe para sua família, olhe para seu lar, veja se não estão a clamar por ti.
Veja se sua esposa não está sem marido e seus filhos sem pai.

Pastor, cuide de sua família, antes mesmo de cuidar da igreja.
Pastor, por amor a Cristo, cuide de sua família.
Pastor, ouça o que o Espírito lhe diz...
 
 

Pastor, seja feliz !!!
 
 
 
 
 Pr. Magdiel G Anselmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seus comentários. Sua opinião é importante. Participe.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...