quinta-feira, 25 de julho de 2013

Revelando as reais intenções do líder católico (papa)

 

Devido a imensa quantidade de opiniões e comentários de pessoas que se dizem evangélicas e protestantes apoiando e elogiando a postura do líder católico em visita ao nosso país, algumas, inclusive, o posicionam como um exemplo a ser seguido por líderes cristãos em geral.

Outros aproveitam essa situação para criticar e atacar irmãos e igrejas fazendo comparações com o sr. Francisco (ou sr. Jorge Mario Bergoglio, que é seu nome correto) e observando que se trata de um referencial de liderança espiritual e de humildade cristãs.
Vendo isso, resolvi escrever esse artigo.
Observo que independente de quem quer que seja, o que a Palavra me ensina e revela é o que realmente considero relevante e edificante e não temo divergir de opiniões divulgadas na net ou fora dela.
Sigo a elaboração de meus artigos e postagens, seja nesse blog, em periódicos ou jornais que escrevo ou em redes sociais, assim como procuro seguir na minha vida, ou seja, busco coerência bíblica. E quando, percebo que a Palavra está sendo ultrajada por pessoas que deveriam propaga-la fielmente, me permito e sou apoiado por ela, a me pronunciar.
Isso, faço agora.
 
1. Confrontando o argumento de que existem muitos "crentes" que não são humildes ou que não tem uma postura correta:
 
 
Concordo que existem "crentes" que dão mau exemplo, que são orgulhosos, arrogantes, etc... e que seu testemunho é desprezível, mas... isso não significa que não temos bons exemplos entre evangélicos e protestantes no Brasil.

Existem homens e mulheres de Deus sérios e comprometidos com a Palavra de Deus em nosso país. Talvez não sejam famosos ou estejam na mídia mas estão pelos rincões de nosso país, de forma anônima, pregando as Boas Novas de salvação aos perdidos e ensinando a Palavra de Deus. Tem muita gente boa por aí. Basta olhar direito que você encontra...
 Por isso, mesmo que você esteja decepcionado (às vezes contigo mesmo) ou lamentando os erros da igreja evangélica brasileira, não vejo com bons olhos ou mesmo como uma atitude bíblica ou sábia, pessoas que se dizem cristãs ressaltando que o papa é um exemplo a ser seguido... Isso é lamentável...e diria mais, é ridículo.
 Com todo o respeito, entender o sr. Francisco como exemplo de alguma coisa é realmente não compreender o básico do que é o Cristianismo ou no mínimo, não conhecer as doutrinas, dogmas e práticas da igreja católica romana que confrontam radicalmente as doutrinas bíblicas fundamentais.
 
Aqui vale uma observação:
 
Ah se todos os "crentes" que respeitam e admiram tanto o papa católico respeitassem da mesma forma suas igrejas e seus líderes e tivessem toda essa complacência com seus irmãos (de verdade) que erram...
 Seria tão bom não?
 Mas, não é assim, não é mesmo?
 Para os de fora, um olhar de compreensão e até omissão. Para os de dentro, um olhar de reprovação e oposição.
 Tem alguma coisa muito errada nisso.
 Por amor a Cristo meus irmãos, comecem a pensar e raciocinar pela Palavra e não cedam a manipulação satânica orquestrada pelos que seguem a satanás sem ao menos ter consciência disso.
 Valores invertidos e/ou corrompidos = caos da igreja evangélica brasileira. 

 
2. Confrontando o argumento de que o papa católico é um exemplo a ser seguido:
 
Todos os que tem um pouco ou o mínimo de discernimento e sabedoria sabem bem o porquê da visita do líder da igreja católica em nosso país. Ele não veio aqui para demonstrar sua humildade ou amor pela juventude.
Primeiro o líder da igreja mais rica do planeta seria realmente humilde e amoroso se doasse essas riquezas aos pobres, como prega o grupo a que pertence no contexto católico e não apenas alterasse algumas práticas e indumentária pessoal.
Segundo, o avanço evangélico no Brasil e a aversão do seu Lula e do PT aos evangélicos (foi no governo do PT que foi decidido esse evento no Brasil) é que trouxe o seu Francisco ao solo brasileiro.
 Não sou contra a visita desse sr. ao Brasil, mas vamos colocar com franqueza e honestidade os pingos nos respectivos is.
 
Aqui vale uma observação:
 
Ultimamente diante das muitas manifestações de "irmãos" relacionadas a visita do líder católico em nosso país, tenho que constatar lamentavelmente, que a maioria dos que se dizem evangélicos ou protestantes, na verdade, devem ser católicos disfarçados ...
 Não é possível... só pode ser isso !

3. Confrontando o argumento de que o papa católico é um exemplo de liderança espiritual ou de representante de Deus

Aqui insiro, com autorização, a opinião ponderada, embasada histórica e biblicamente de meu amigo e colega Pastor Ricardo Fermam:

De fato, entronizar o já entronizado líder católico romano é ignorar não apenas o que a Bíblia ensina, mas séculos de história de mandos e desmandos, de estupros e assassinatos, com requintes de crueldade, realizados em nome da fé. Quantos milhares perderam suas vidas na inquisição, inclusive protestantes? John Huss, precursor da reforma protestante, foi queimado na fogueira pela Igreja da qual esse senhor é representante. E as torturas? Quantos homens e mulheres tiveram sua região perineal e seus genitais destroçados pelo diabólico "despertador" (também conhecido como "berço de Judas"), simplesmente por não seguirem as regras tortas da igreja apóstata e serem considerados "bruxos e hereges"? Igreja riquíssima: fez fortuna por meio da venda de perdão e pela simonia.
Para quem não sabe, as lojas do Seara, no RJ, pertencem todas - ou a sua imensa maioria, a essa igreja, todas obtidas dos portugueses a partir das práticas citadas ou por doação. Já percebeu que nenhuma igreja católica paga aluguel? E do que sobrevive o clero católico: do consumo de um bolo de farinha e água? Aliás, aproveitando o texto do pastor Magdiel, deixe-me perguntar uma coisa: se a igreja católica considera nós, protestantes, como "irmãos separados" - mas irmãos, porque tanta ênfase em conter o êxodo de jovens para o protestantismo??? Não é tudo equivalente, como tentou fazer crer o sr. Karol Wojtyla (o papa João Paulo II) ?? Ora, faça-me o favor!
 
4. Confrontando o argumento de que a postura do papa é digna de exemplo:
 
"Uma ação vale mais que mil palavras".
 
 
Você, evangélico ou protestante, vai apoiar essa postura/prática do papa católico agora?
 Você levaria seu filho pra ele beijar e/ou "abençoar"?
 Você seguiria essa prática?
 O que a Bíblia revela sobre essa prática idólatra e seus praticantes?
 Vamos acordar !
 Será que deu pra perceber o erro e qual a real intenção papal?
 Será que dá pra acordar desse sono da morte?
 Por amor a Cristo, acorde e somente apoie e faça elogios a alguém como líder espiritual ou homem de Deus, a quem respeita a Palavra desse Deus. Aos demais, ore e clame a Deus para que tenha misericórdia e o ilumine para ser salvo e entender as coisas de Deus. 
 
Amar as pessoas, não significa apoiar o pecado. Amar as pessoas, não significa ser omisso ou covarde com posturas, práticas e ensinos que tentam enganar as pessoas e faze-las cada vez mais distantes de Deus.
 Não condeno o sr. Francisco (a pessoa), isso pertence a Deus.
 Orientado pela Palavra, condeno suas práticas, sua liderança, sua mensagem (mesmo que pareça bíblica, não é, pode ter certeza), seu apoio e propagação de doutrinas que não levam em conta a Palavra de Deus, condeno o que ele representa: o engano disfarçado de falsa humildade e espiritualidade).

 Por amor a Cristo, Faça o mesmo !
Condene veementemente as práticas e as doutrinas ensinadas e propagadas pela igreja católica romana, não seja omisso. Não seja covarde. Seja fiel ao Deus que diz seguir e obedecer. Propague a Palavra sem medos ou receios.

5. Textos e argumentos bíblicos que apoiam esse artigo:
 
a) Idolatria
 
"Não se voltem para os ídolos nem façam para vocês deuses de metal. Eu sou o ­Senhor, o Deus de vocês.
Levítico 19:4
Pois a rebeldia é como o pecado da feitiçaria; a arrogância, como o mal da idolatria. Assim como você rejeitou a palavra do Senhor, ele o rejeitou como rei".
1 Samuel 15:23
Os ídolos deles, de prata e ouro, são feitos por mãos humanas. Têm boca, mas não podem falar; olhos, mas não podem ver; têm ouvidos, mas não podem ouvir; nariz, mas não podem sentir cheiro; têm mãos, mas nada podem apalpar; pés, mas não podem andar; e não emitem som algum com a garganta. Tornem-se como eles aqueles que os fazem e todos os que neles confiam.
Salmos 115:4-8
Algumas das autoridades de Israel vieram e se sentaram diante de mim. Então o Senhor me falou: "Filho do homem, estes homens ergueram ídolos em seus corações e puseram tropeços ímpios diante de si. Devo deixar que me consultem? Ora, diga-lhes: Assim diz o Soberano, o Senhor: Quan­do qualquer israelita erguer ídolos em seu coração e puser um tropeço ímpio diante do seu rosto e depois for consultar um profeta, eu o Senhor, eu mesmo, responderei a ele conforme a sua idolatria. Isto farei para reconquistar o coração da nação de Israel, que me abandonou em troca de seus ídolos. "Por isso diga à nação de Israel: Assim diz o Soberano, o Senhor: Arrependa-se! Desvie-se dos seus ídolos e renuncie a todas as práticas detestáveis! "Quando qualquer israelita ou qualquer estrangeiro residente em Israel separar-se de mim, erguer ídolos em seu coração e puser um tropeço ímpio diante de si e depois for a um profeta para me consultar, eu, o Senhor, eu mesmo, responderei a ele. Voltarei o meu rosto contra aque­le homem e farei dele um exem­plo e um objeto de zombaria. Eu o eliminarei do meio do meu povo. E vocês saberão que eu sou o Senhor. "E, se o profeta for enganado e levado a proferir uma profecia, eu, o Senhor, terei enganado aque­le profeta e estenderei o meu braço contra ele e o destruirei, tirando-o do meio de Israel, o meu povo.
Ezequiel 14:1-9
Por isso, meus amados irmãos, fujam da idolatria.
1 Coríntios 10:14
Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti: Aqueles que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus.
Gálatas 5:19-21
Assim, façam morrer tudo o que pertence à natureza terrena de vocês: imoralidade sexual, impureza, paixão, desejos maus e a ganância, que é idolatria.
Colossenses 3:5
"Não terás outros deuses além de mim. "Não farás para ti nenhum ídolo, ne­nhuma imagem de qualquer coisa no céu, na terra, ou nas águas debaixo da terra.
Êxodo 20:3-4
Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos e trocaram a glória do Deus imortal por imagens feitas segundo a semelhança do homem mortal, bem como de pássaros, quadrúpedes e répteis.
Romanos 1:22-23

b) Existência do papa e sua infalibilidade

Apesar de Pedro ter sido central na primeira expansão do evangelho (parte do significado por trás de Mateus 16:18-19), o ensinamento das Escrituras, tomado em contexto, em nenhum lugar declara que ele estivesse em autoridade sobre os outros apóstolos ou acima da Igreja (veja Atos 15:1-23; Gálatas 2:1-14; I Pedro 5:1-5). Nem é jamais ensinado que o Bispo de Roma deveria ter supremacia sobre a Igreja. Ao invés, há apenas uma referência nas Escrituras de Pedro escrevendo da “Babilônia”, um nome às vezes usado para se referir a Roma, encontrado em I Pedro 5:13. Em grande parte por causa disso e do aumento histórico da influência do Bispo de Roma (devido ao apoio de Constantino e dos imperadores romanos que o sucederam), vem o ensinamento da Igreja Católica Romana da supremacia do Bispo de Roma. Entretanto, as Escrituras mostram que a autoridade de Pedro era compartilhada pelos outros apóstolos (Efésios 2:19-20), e que a autoridade de “ligar e desligar” a ele atribuída era, da mesma forma, dividida pelas igrejas locais, não apenas seus líderes (veja Mateus 18:15-19; I Coríntios 5:1-13; II Coríntios 13:10; Tito 2:15; 3:10-11).
 2) Em nenhum lugar as Escrituras afirmam que, para manter a igreja livre de erro, a autoridade dos apóstolos foi passada aos que eles ordenaram (sucessão apostólica). A sucessão apostólica é uma “leitura forçada” destes versículos que a Igreja Católica Romana usa para apoiar esta doutrina (II Timóteo 2:2; 4:2-5; Tito 1:5; 2:1; 2:15; I Timóteo 5:19-22). O que as Escrituras REALMENTE ENSINAM é que falsos ensinamentos se levantariam, vindo até do meio dos líderes da igreja, e que os cristãos deveriam comparar os ensinamentos destes líderes com as Escrituras, que são a única coisa que a Bíblia cita como infalíveis. A Bíblia não ensina que os apóstolos eram infalíveis, a não ser quando o que escreveram foi incorporado às Escrituras. Paulo, conversando com os líderes da igreja na grande cidade de Éfeso, menciona a vinda de falsos mestres. Paulo NÃO os recomenda aos “apóstolos ou aqueles a quem seria passada sua autoridade”, mas a “Deus e à palavra da sua graça...” (Atos 20:28-32).

 
Conclusão:

 Nem todos são manipulados pela mídia ou pelo inimigo, alguns ainda sabem pensar e discernir espiritualmente...
 Portanto, pense e reflita antes de falar ou escrever sobre esse tema.
 Tenhamos cuidado com comentários e opiniões que levam as pessoas a entender e apoiar a religião católica romana como seguidora do Cristo bíblico.
Sabemos que isso não é verdade.
 Trata-se de uma instituição religiosa idólatra que tem em sua tradição o seu deus.
 Essa é a verdade.
 Respeitar sim, aceitar, propagar e apoiar jamais !



 
Pr. Magdiel G Anselmo.
 
com preciosa contribuição do Pr. Ricardo Fermam
Pastor da Igreja Batista Ministério Reviver, em Vila da Penha/RJ. Bacharel e Mestre em Teologia pela Escola Teológica Reviver, Doutor em Divindade pelo Saint Luke Evangelical School Of Biblical Studies. Engenheiro Químico, Mestre e Doutor em Ciências - UFRJ.
Autor e coordenador do Blog Argumentandum Tantum.


 

Um comentário:

  1. Pr. Cleison J. Naves5 de janeiro de 2015 15:21

    Jamais deveria ser chamado de líder cristão.
    Não podeis servir a dois senhores como disse Jesus.
    Ao ver que as pessoas estavam e continuaram se convertendo dos ídolos mudo a Cristo. Fizeram uma jogada: Coloquemos um que seja bonzinho que ande no meio do povo como os pastores que se mostre "humilde" Etc. pra tentar reverter as perdas da "igreja", e muitos evangélicos acham que que é o que é, mas nem tudo que parece ser é o que parece. Acautelai-vos dos sofismas Igreja, o diabo se disfarça de anjo de luz e se possível enganaria até os escolhidos...

    ResponderExcluir

Faça seus comentários. Sua opinião é importante. Participe.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...