sexta-feira, 14 de junho de 2013

Administração e liderança cristã X Administração e liderança empresarial

 
 
 
Diferenças Marcantes e Fundamentais
 
1. Igreja não é empresa.
Igreja é a multiforme sabedoria de Deus expressa através de Seus filhos.
 
2. Pastor não é chefe e muito menos um funcionário.
Pastor é um líder cristão a serviço de Deus.
 
3. Crentes não são consumidores.
Crentes são filhos de Deus, salvos e remidos pelo e através do sangue de Cristo derramado na Cruz.
 
4. Jesus não é um produto.
Jesus é o Cordeiro de Deus que tira os pecados do mundo.
 
5. Igreja não visa lucros, visa abençoar vidas com a pregação do Evangelho.
 
6. O investimento da Igreja são nas pessoas, não em coisas.
 
7. A propaganda e o marketing da Igreja é a mensagem da Cruz e não as técnicas e métodos usados pelas agências de propaganda para vender um produto ou serviço.
 
8. A música na Igreja não é para facilitar a venda ou para entreter ou animar, é para encaminhar à adoração e o louvor a Deus. E, em muitos casos, nem necessária é para tais objetivo. Na Igreja não existem artistas, devem existir adoradores.
 
9. A salvação não é um produto a ser comercializado, é uma operação do Espírito Santo, estrita e exclusivamente espiritual sem nenhum mérito ou merecimento humano (não importando o sacrifício que os homens façam para adquiri-la), orientada e direcionada pela vontade de Deus (convencimento do Espírito), não do homem.
 
10. Deus não é um dono de uma empresa que busca contratar funcionários competentes e que mereçam um cargo em seu império.
Ele é o Justo Juiz que julgará todas as pessoas no dia final separando definitivamente o joio do trigo, os salvos dos condenados, os santos dos ímpios.
 
Quando é que os pseudo-líderes cristãos das tais "igrejas" do momento entenderão isso?
 
Na verdade não são igrejas na concepção bíblica do termo.
São empreendimentos empresariais que visam o lucro financeiro e a expansão de seus patrimônios. São aberrações eclesiásticas que perturbam e deturpam a harmonia do arraial do povo de Deus. São grupos que confundem a mente dos desavisados e despreparados, trazendo a escuridão à vida das pessoas que sem conhecimento misturam o santo com o profano, o vil com o puro.
Os que ignoram as advertências da Palavra (Leia a carta de Judas por ex.) caminham a passos largos para a perdição eterna. Triste mas justo fim para os que desprezaram a sabedoria e o conhecimento de Deus. O sofrimento eterno está reservado para os que assim procedem.
Vigiemos para não sermos seduzidos pela tentação da igreja fácil ou da igreja empresa que forma e replica discípulos de Belial.
 
A Deus toda Glória e Louvor para sempre!

Pr. Magdiel G Anselmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seus comentários. Sua opinião é importante. Participe.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...