terça-feira, 11 de setembro de 2012

Uma reflexão sobre a graça preveniente

 
Como o nome sugere, graça preveniente é a graça que "vem antes" de alguma coisa. É normalmente definida como uma obra que Deus faz para todos. Ele dá a todas as pessoas graça suficiente para responder a Jesus. Isto é, é graça suficiente para tornar possível a uma pessoa que ela escolha Cristo.
Aqueles que cooperam e concordam com esta graça são "eleitos". Aqueles que se recusam a cooperar com esta graça são perdidos.
A força dessa visão é que ela reconhece que a condição espiritual do homem decaído é suficientemente grave a ponto de requerer a graça de Deus para salvá-lo.
A fraqueza da posição pode ser vista de duas maneiras:
 
1. Se a graça preveniente é meramente externa ao homem, então ela falha, pois as Escrituras afirmam categoricamente que o homem está morto espiritualmente (Efésios 2: 1-10). O homem decaído está morto em pecados. Paulo deixa claro como água que é Deus quem nos faz vivos. É Deus quem nos vivifica da morte espiritual.
Sendo assim, não adiantará oferecer remédio a um cadáver. Mortos não abrem suas bocas para receber nada, ou, usando outra ilustração, não adiantará lançar uma corda para um homem que já se afogou.
Que bem faz a graça preveniente se for oferecida externamente a criaturas espiritualmente mortas?
 
2. Por outro lado, se a graça preveniente refere-se a algo que Deus faz dentro do coração do homem decaído, então precisamos perguntar porque não é sempre eficaz. Por que é que algumas criaturas decaídas escolhem cooperar com a graça preveniente e outras escolhem não fazê-lo? Não receberam todos a mesma medida?
Pense nisso assim, em termos pessoais.
Se você é cristão, com certeza tem consciência de outras pessoas que não são cristãs. Por que você escolheu Cristo e elas não? Por que disse sim a graça preveniente enquanto elas disseram não? Foi porque você é mais justo que elas? Se foi por isso, certamente tem alguma coisa de se vangloriar. Essa maior justiça foi algo que você alcançou por si próprio, ou foi dom de Deus? Se foi alguma coisa que você alcançou, então, no fundo, sua salvação depende de sua própria justiça. Se a justiça foi um dom, então por que Deus não deu o mesmo dom a todos?
Talvez tenha sido porque você era mais justo. Talvez tenha sido porque você era mais inteligente. Por que você é mais inteligente? É porque você estuda mais? ou porque Deus lhe deu um dom de inteligência que se absteve de dar a outros?
Com certeza, a maioria dos cristãos que se apegam à visão da graça preveniente se afastaria de tais respostas. Eles vêem a arrogância implícita nelas.
Em vez disso, elas estão mais dispostas a dizer: "Não, eu escolho Jesus porque reconheci a minha desesperada necessidade dele".
Isso certamente soa mais humilde. Mas eu preciso pressionar a questão.
Por que você reconheceu sua desesperada necessidade de Cristo, enquanto seu vizinho, amigo, colega de trabalho, parente não o fez? Foi porque você era mais justo que eles?
A pergunta fácil para os advogados da graça preveniente é porque algumas pessoas cooperam com ela e outras não. A maneira como respondemos a esta pergunta vai revelar quão graciosa nós cremos que nossa salvação realmente é.
A pergunta difícl é: "A Bíblia ensina tal doutrina da graça preveniente? Se for assim, onde?
O que sei é que a Bíblia revela-nos que nossa salvação é do Senhor. Ele é aquele que nos regenera. Aqueles que Ele regenera vêm a Cristo. Sem regeneração ninguém jamais virá a Cristo. Com regeneração ninguém jamais o rejeitará. A graça salvadora de Deus efetua aquilo que Ele quer efetuar através dela.
 
"Ele vos deu vida estando vós mortos em vossos delitos e pecados, nos quais andastes outrora, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora atua nos filhos da desobediência; entre os quais também todos nós andamos outrora, segundo as inclinações de nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos, e éramos por natureza filhos da ira, como também os demais.
Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo - pela graça sois salvos, e juntamente com Ele nos ressuscitou e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus.
Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; não pelas obras, para que ninguém se glorie. Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas."
Efésios 2: 1-10
 
Reflita profundamente e honestamente nisso.
 
Pr. Magdiel G Anselmo.
 
 

2 comentários:

  1. Amei este post___profundo!!!
    Deus continue te usando e te inspirando a abençoar vidas através do seu ministério___abraços___Noemia ("Nena")

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado irmã querida. Deus a abençoe e se desejar seja uma seguidora do blog.

      Excluir

Faça seus comentários. Sua opinião é importante. Participe.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...