domingo, 22 de julho de 2012

Líderes cristãos Mediocres X Líderes cristãos Bíblicos

Tem líder cristão de todo tipo. Escrevo aqui sobre dois destes.
O primeiro, e que existe muito, é aquele que ama investir em prédios, salões, templos, galpões, fachadas... e em campanhas, shows, entretenimento, muita música, etc... O seu desejo é alcançar seus objetivos nada cristãos e para isso precisa agradar o povo que ali vai e congrega.
Deseja ser visto, apreciado, elogiado e conhecido como "o pastor do amor", "o paizão", que agrada todo mundo. Essa é a impressão que este líder luta incansavelmente para que a maioria do rebanho tenha dele. Digo, a maioria porque quem o conhece mesmo, sabe que isso não é verdade. Suas intenções reais estão por trás dessa máscara de amor que ele sempre põe quando está a frente da igreja e nas suas programações congregacionais.
Para tanto e para manter essa impressão, administra suas reuniões ou cultos sempre em um ambiente de muita música, apelos emocionais, chavões de todo tipo, manipulação psicológica, e muito entretenimento, mas muito mesmo.
Gosta também de ter muitos "obreiros". Consagra em "turmas" se é que podemos chamar isso de "consagração de obreiros". Faz isso para amenizar a impetuosidade dos então vocacionados e para que eles ali permaneçam já que agora, são obreiros, ministros. É um ledo engano, acabam se tornando verdadeiros "escravos a serviço desse líder". Eles são obrigados a sempre estar (geralmente) de terno e gravata e a vista de todos (de preferência no "altar") e aqui não importa se há espaço para isso (eles que se apertem). E não é incomum ver dezenas desses obreiros se espremendo, suando, para satisfazer os caprichos desse líder (seria uma visão até engraçada se não fosse humilhante e sem sentido). 
Trata-os com superioridade e exige submissão, lealdade e obediência irrestrita (mesmo em questões e assuntos que não tenham o mínimo de respaldo bíblico e que não é atribuição sua). Não admitem serem questionados na suas atitudes. E não por poucas vezes, não toleram que alguém lhe speça para prestar contas do dinheiro da igreja. Isso é um verdadeiro desacato para esse tipo de líder.

Mas, a pergunta que fica pairando no ar é:
Por que não prestar contas do dinheiro da igreja?

Por que as pessoas que ali ofertam e dizimam não podem saber no que foi usado o dinheiro, quanto foi o total arrecadado, em que conta foi depositado, ver o extrato dessas contas, quanto restou, etc...? Por que será que ficam tão irritados quando se toca nesse assunto? Eu sei porque, e penso que você também deve saber.
Mas retornando ao assunto que expunha, esse líder não se preocupa com o ensino bíblico, na igreja, sequer possuem local adequado para uma escola dominical, quando a tem. Sequer se preocupa em preparar ou formar educadores cristãos responsáveis.
Ensinar pra que? perguntam. E citam passagens bíblicas fora do contexto, sem a mínima preocupação de averiguar o que significam verdadeiramente. E saem a falar: Deus deu unção a todos. Não é necessário que ninguém ensine !
Lamentável que um líder que se diz cristão fale ou incentive outros a pronunciar tais aberrações. Um mínimo de exame das Escrituras provará que o ensino da Palavra de Deus é uma prioridade para a Igreja de Cristo. Não precisa ser teólogo para descobrir isso, basta ser um crente de verdade e entenderá essa verdade bíblica.

Mas por que será que esse tipo de líder não se preocupa com o ensino bíblico e sistemático da Palavra de Deus?

Talvez porque ele mesmo não possua esse conhecimento ou talvez porque não deseja que outros possuam conhecimento, pois isso geraria questionamentos, análises mais aprofundadas, discernimento e muito mais que isso, geraria pessoas que pensam biblicamente falando. Pra que ter esse desconforto não é mesmo?
E assim ele segue com pregações fracas (pra não dizer heréticas), sem conteúdo bíblico e aplicadas incorretamente pois, por não saber interpretar um texto bíblico fielmente tem como consequencia não saber expo-lo como deveria. É a expressão da mediocridade em pessoa.
Para tentar solucionar vivem a convidar os tais "pregadores de fora" que trazem suas "revelações e sonhos" de toda ordem com heresias de todos os tipos em campannhas intermináveis somente para "segurar" o povo ali (não pode quebrar a campanha hein! repetem eles). (Leia epístola de Judas com ênfase no vs. 8 e 12,13)
E o povo fica ali sendo guiado por isso e não pela Palavra de Deus.

Este líder também investe muito no ministério de louvor e adoração, mas não como deveria e onde deveria. Por que digo isso? Porque o que adianta um ministério de louvor que canta e toca "bonito" se os seus integrantes não tem a menor idéia do significado e função desse ministério nos cultos e na vida pessoal.

Não adianta ser um excelente músico ou cantor e não saber o que é ser um servo, um adorador. (Leia João 4: 23,24)

Como se resolve essa questão? Novamente retorno ao ensino bíblico.
O ensino, preparo, formação e aperfeiçoamento dos integrantes do ministério de louvor e adoração deve ser voltado muito mais para a Bíblia do que para seus talentos naturais de tocar instrumentos ou cantar (isso eles já fazem bem em sua maioria).
Eles precisam ser crentes de oração, crentes que tenham responsabilidade e palavra. Crentes que estudem a Bíblia e que a vivam em seu dia-a-dia. Eles precisam ser verdadeiros adoradores e não somente músicos e cantores (disso o mundo já está cheio).
Eles precisam entender a Palavra para poder discernir se determinada letra de uma composição está coerente e alinhada com essa Palavra. Eles precisam saber discernir entre o santo e o profano, o limpo e sujo, o que é de Deus e o que não é, o que é pra ser cantado na igreja e o que não é.
Para tanto, precisam conhecer as Escrituras pois ela mesmo nos adverte que iremos errar se não a conhecermos profundamente.
Mas, esse tipo de líder não tem isso como prioridade.
O importante é o entretenimento, o show. O importante é agradar o povo, fazer o povo pular, dançar, gritar, assoviar, etc...pra não dizer outras expressões ABSURDAS que vêmos ou ouvimos com o pretexto de "estar adorando a Deus". Como diz minha filha: Ah tá.
Com isso os cultos são verdadeiros centros de manipulação e de extremismos emocionais, alguns chegam a histeria mesmo repletos de frases e canções biblicamente incorretas.

A esse tipo de líder, advirto a retornar ao bom caminho (se é que algum dia nele esteve). O juízo de Deus se aproxima!
E se você congrega em uma igreja que tem um líder como esse, lhe recomendo, sem medo de errar, fuja, corra, saia daí o quanto antes. Existem igrejas e líderes sérios. Locais que você poderá servir a Deus sem o pêso da opressão, da falsa espiritualidade e amor.
Se continuar aí, esse falso líder prosseguirá lhe enganando, iludindo, contaminando...
A escolha é sua. Não perca tempo!

Mas, graças a Deus existe um outro tipo de líder cristão.

Esse tipo de líder não prioriza prédios, salões, galpões, fachadas ou campanhas intermináveis, shows, entretenimento, etc...
Não, esse líder sabe que é necessário um local adequado para se reunirem, mas ele não faz disso a prioridade para igreja, simplesmente porque a Bíblia não ensina isso.
Ele sabe que primeiro deve buscar o reino de Deus e a sua justiça, as demais coisas serão acrescentadas. Ele acredita nisso. (Leia Mateus 6:33)
Por isso, esse líder prioriza gente, pessoas, crentes. Mas da forma correta, bíblica.

Ele investe no ensino bíblico para as pessoas, investe no discipulado, no treinamento, no aconselhamento, na edificação da igreja.
Forma e prepara educadores cristãos, estrutura um ministério de ensino que não se resume a EBD, mas em uma gama de subministérios como: grupos pequenos de estudo bíblico, escola teológica para líderes e quem desejar, atualizações frequentes, treinamentos, preparação e aperfeiçoamento para todos da igreja, etc...
Faz do ensino das Escrituras a base de todos os outros ministérios da igreja.
Os cultos de sua igreja são Cristocêntricos e não Antropocêntricos. O louvor é Cristocêntrico, A pregação é Cristocêntrica. Ele sabe a diferença de uma pregação bíblica e uma palestra de auto ajuda ou coisa semelhante. Ele conhece sua posição diante de Deus e da Igreja de Cristo e busca cumprir sua função, seu ministério com fidelidade às Escrituras e sempre com sensibilidade ao que o Espirito Santo o guia dentro delas.
Ama a Deus, ama o rebanho que está a seus cuidados a ponto de não ensinar ou pregar mensagens de afago ao ego, mas sim o que necessitam para uma vida cristã sadia.
Com isso ele forma na força do Espirito Santo crentes preparados para a vida, servos que entendem o que é servir aos irmãos e a Deus, que conhecem seus dons espirituais e os usam em seus ministérios, adoradores de verdade e futuros líderes capacitados por Deus com conhecimento de Sua Palavra e não pessoas oprimidas e iludidas.
É disso que a Igreja precisa. Nada mais do que isso!
É assim que os Evangelhos ensinam... indo, pregando, fazendo discípulos, batizando, ensinando... (leia Mateus 28: 19,20)

E esse líder não descuida de si mesmo.
Está sempre estudando, melhorando, se aperfeiçoando e sendo aperfeiçoado por Deus.
(Leia 1 Timóteo 4: 11-16; 2 Timóteo 4: 1-5)
É um incansável estudante da Bíblia.
Com isso sua pregação está sempre sendo aplicada conforme a Bíblia o guia.
Com isso seu ensino leva a Palavra as pessoas e não suas opiniões ou seus "achismos".
Com isso seu aconselhamento se torna cada vez mais bíblico e mais no centro da vontade de Deus.
Com isso, ele serve melhor a Deus.
Com isso a igreja que pastoreia pela misericórdia de Deus, se torna cada dia mais forte e madura. E discípulos formam discípulos para glória de Deus.

Bem...eu sempre escolhi ser esse tipo de líder cristão.

Sei que não vou agradar a todos (e nem é meu objetivo), mas sei que vou agradar aquele que me chamou, vocacionou e capacitou para exercer meu ministério no Corpo.
Sei que a igreja que pastoreio pode não estar cheia de gente como as do falso líder que mencionei, mas sei que as que ali estão sendo ensinadas tem toda a possibilidade de estarem cheias de Deus.

Prefiro ouvir a expressão "Servo bom e fiel" do meu Senhor do que a repreensão aos infiéis.
Prefiro o meu galardão nos céus que é eterno do que o galardão humano que é temporário e ilusório.

Prefiro servir a Deus !

Pr. Magdiel G Anselmo.

Um comentário:

  1. Glória Deus pela sua vida irmão!!
    Visite meu vídeo evangelístico no Youtube:
    UMA VERDADE BÍBLICA QUE TODOS DEVEM SABER:
    Link: www.youtube.com/watch?v=WLahUNZ443o

    ResponderExcluir

Faça seus comentários. Sua opinião é importante. Participe.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...