quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

A Ilha da Fantasia não existe !!!

Algumas pessoas afirmam: As coisas vão melhorar! 
Mas, não é bem assim.
Quando as pessoas me perguntam:
- Pastor, as coisas vão melhorar ou piorar?
A resposta é dolorosamente óbvia, se analisarmos biblicamente.
Neste velho planeta haverá um aumento gradual e dramático da maldade.
Se me pedissem que fizesse uma análise franca do que devemos esperar, com base no ensino do Senhor Jesus eu diria: Primeiro, as condições piorarão; segundo, os lares se enfraquecerão; terceiro, a moral se desvanecerá.

Por que digo isso?
Observe Mateus 24: 3-12

"Estando Ele assentado no monte das Oliveiras, aproximaram-se dele os discípulos, em particular, e lhe pediram: Dize-nos quando acontecerão estas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim dos tempos. Respondeu-lhes Jesus: Acautelai-vos, que ninguém vos engane. Pois muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo, e enganarão a muitos. Ouvireis de guerras e rumores de guerras, mas cuidado para não vos alarmardes. Tais coisas devem acontecer, mas ainda não é o fim. Levantar-se-á nação contra nação, reino contra reino, e haverá fomes, pestes e terremotos em vários lugares. Todas estas coisas, porém, são o princípio das dores. Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e vos matarão. Sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome. Nesse tempo, muitos se escandalizarão, trair-se-ão mutuamente e se odiarão uns aos outros. Surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de quase todos esfriará."

Após ler esse texto, lhe pergunto: As coisas melhorarão ou piorarão?
Sem dúvida, as coisas piorarão.
E como será isso?


1. Não haverá paz mundial
Os conflitos internacionais não apenas crescerão e proliferarão, como aumentarão de tal maneira que algumas nações já não tolerarão outras nações. As pessoas não apenas terão conflitos, mas se tornarão irreconciliáveis. Recusar-se-ão a negociar de maneira civilizada.
Estamos falando de hostilidade irredutível.
É terrível!
Por isso toda vez que vejo impresso em jornais ou revistas sobre a busca pela paz mundial, sorrio por dentro. Jamais haverá essa paz internacional até que Cristo reine supremo.
Mesmo com todas as boas intenções, nossos diplomatas envidam esforços para promover a paz, mas, ai de nós, é uma busca fútil. Quanto mais vivermos nesta velha Terra, mais ela parecerá com a agitação inquieta dos mares.

2. As Famílias se enfraquecerão
As famílias continuarão a se desintegrar.
Certamente, você leitor dessa postagem sabe que não existe atualmente ninguém que não conheça alguém que se divorciou. Conhecemos pessoas que passaram por essa "câmara de horrores". Alguns têm suportado isso contra a própria vontade. Parece que posso ouvi-los suspirar: - "Eu nunca quis o divórcio, mas sou vítima dele. Minha família enfraqueceu, os relacionamentos se romperam, e o que mais eu evitei aconteceu. E meus filhos estão pagando por isso."
Não é exagero declarar que a família desfeita é agora uma epidemia nacional.
E essa "doença" afeta todas as outras áreas da sociedade.
Os educadores já não suportam "tentar" educar filhos sem pais ou com pais separados. A corda arrebenta nas escolas, no trabalho, na vizinhança, nas delegacias e nas igrejas.
Gerações de pessoas mal educadas e sem amor surgem todos os dias.
E com isso cresce e propaga-se a violência, a maldade, a iniquidade...o pecado.
E assim... cumpre-se a Escritura.

3. A Moral Desvanecerá
O que já nos fez corar, assistimos hoje tranquilamente na televisão.
Veja que em anos atrás, um simples palavrão enunciado em um filme ou programa qualquer ganhava as manchetes dos jornais e era rejeitada pela imensa maioria da população. Hoje em dia, é muito difícil encontrar na televisão filmes ou programas que não tenham palavrões ou coisas semelhantes.
A pornografia, promiscuidade e sexualidade tomaram conta das mídias e pouquíssimas pessoas reagem contra isso. Do contrário, a maioria defende isso como algo natural ou uma forma digna de expressão e comunicação.
Como diria alguém: "É impressionante !"
Sem contar os atos de corrupção que permeiam e "dão a nota" da vida política e empresarial, e para ser mais abrangente, o dia-a-dia das pessoas "de bem".

Como já afirmei. A Ilha da Fantasia não existe !
Por mais que se queira, se ore ou façam-se campanhas, vigílias, intercessões no monte, etc... as coisas vão piorar, e muito.

Penso que a pergunta não é se as coisas vão ou não piorar (e vão piorar), mas sim, como viver e ministrar num mundo que perdeu o rumo? O que a Igreja deve fazer para deixar a sua marca? O que será preciso para nos fazer lembrar de quem somos e quem está ao nosso lado?

As respostas a estas indagações devem direcionar-nos para que possamos causar um impacto no mundo que corre cada vez mais depressa na direção errada.
Penso que os conselhos diretos de Paulo a Timóteo e indiretamente a todos nós que vivemos nos últimos dias, nos indicam o caminho e atitudes corretas diante do quadro atual.
Vejamos então:

a) Siga o modelo dos fiéis

"Tu, porém, tens seguido de perto os meu ensino, procedimento, intenção, fé, longanimidade, amor, perseverança, perseguições e aflições, quais me aconteceram na Antioquia, Icônio e Listra; quantas perseguições sofri, e o Senhor de todas me livrou. E na verdade todos os que desejam viver piamente em Cristo Jesus padecerão perseguições." (2 Tim. 3 vers. 10-12)

Paulo está dizendo aqui que os tempos são difíceis, são sombrios, são duros de enfrentar. Tudo isso é verdade, mas Timóteo teria que ser diferente. Ele está afirmando em outras palavras que Timóteo não deveria ser como a "maioria" ou como "muitos", mas sim que seguisse o modelo ensinado pelo apóstolo.
Assim devemos também fazer. Imitar o modelo daqueles que são fiéis.

b) Volte a verdade do passado

"...mas os homens maus e enganadores irão de mal a pior, enganando e sendo enganados..." (vers. 13)

Pode haver muitos impostores, mas resolvamos não ser um deles. Sejamos diferentes, como era Timóteo.
Mas, o que tornava Timóteo diferente?

"Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido, e que desde a infância sabes as sagradas letras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus" (vers. 14-15)

Glória a Deus pelas raízes de Timóteo. Paulo consciente do valor do ensino e treinamento da avó e mãe de Timóteo o exorta a permanecer firme.
Assim devemos também fazer. Lembre-se de suas raízes evangélicas. Devemos lembrarmos do que nos foi ensinado a respeito de Deus e Sua Palavra e nos firmar nisso.

Esses conselhos sábios do já experiente pastor ao pastor inciante servem para todos os que hoje desejam ministrar em um mundo tão conturbado pelo pecado.
Se segui-los, a depravação dos últimos dias não o dominarão. Você encontrará força e estabilidade no meio da tempestade e estará melhor equipado para ensinar o povo de Deus.

Que todos estejamos dispostos a obedecer e fazer a diferença nesses últimos dias, sem perdermos de vista que as coisas irão piorar, e independente disto, obedeçamos as orientações bíblicas para esse contexto. Deus já nos deu de antemão tudo que precisamos para viver nesses dias glorificando ao Senhor com nossa postura de fé e fidelidade às Escrituras.
Caminhemos firmes nesse propósito!

Deus nos abençoe.

Pr. Magdiel G Anselmo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seus comentários. Sua opinião é importante. Participe.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...