domingo, 22 de janeiro de 2012

Coisas detestáveis e abomináveis

"Seis coisas o Senhor aborrece, e a sétima a sua alma abomina: olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue, coração que trama projetos iníquos, pés que se apressam em fazer o mal, testemunha falsa que profere mentiras e o que semeia contenda entre irmãos".  Provérbios 6: 16-19.

A Bíblia está repleta de textos e narrativas de situações onde o amor e a graça de Deus nos são revelados. Porém, precisamos atentar também para aqueles outros onde são ressaltados atitudes que cometemos e situações que vivemos que Deus detesta e abomina.
Ao observarmos esse texto, façamos uma autoanálise para descobrirmos se estamos praticando essas atitudes e vivenciando situações que Deus considera detestáveis e abomináveis.

1. Deus detesta OLHOS ALTIVOS (olhar orgulhoso)
Como os olhos são as janelas da alma, eles transmitem o que está em nosso coração. Um coração cheio de arrogância e orgulho se mostrará no tipo de olhar da pessoa.
Há alguns textos nos Evangelhos que descrevem "olhares" de Jesus, de como Ele transparecia seus sentimentos:
"E Jesus, olhando para ele, o amou, e lhe disse: uma coisa lhe falta..." (Mc. 10:21)
"E olhando ao redor para eles com indignação, condoendo-se da dureza dos seus corações, disse ao homem: Estende a sua mão. Ele a estendeu, e lhe foi restabelecida." (Mc. 3:5)
E outros textos bíblicos mostram-nos a transparência do olhar humano, como:
"Olhar altivo e coração orgulhoso, tal lâmpada dos ímpios é pecado".
 (Prov. 21:4)
"Há daqueles que são puros aos próprios olhos, e contudo nunca foram lavados da sua imundícia. Há daqueles cujos olhos são altivos, e cujas pálpebras são levantadas para cima". (Prov. 30:12,13)
São pessoas que criticam tudo, se consideram superiores a todos e donas da razão.
Não ouvem as demais, não aceitam ser ensinadas.
O princípio norteador da vida dessas pessoas é: "Não preciso de ninguém!"
Esquecem-se ou nunca aprenderam que na Igreja de Cristo somos servos uns dos outros (Gál. 5:13) e que somente assim a comunhão se torna verdadeira e por conseguinte, a edificação do Corpo.
A Palavra de Deus adverte a tais que assim agem: "A soberba precede a destruição, e a altivez do espírito precede a queda". (Prov. 16:18)

2. Deus detesta LÍNGUA MENTIROSA

Quando pensamos em mentira, é normal lembramos do "pai da mentira", satanás. Foi o próprio Senhor Jesus que declarou: "Vós tendes por pai o diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele é homicida desde o princípio, e nunca se firmou na verdade, porque nele não há verdade, quando ele profere mentiras, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira". (João 8:44)

Há várias advertências bíblicas sobre a prática da mentira:
Pv. 18:8 "As palavras do difamador sãp como bocados doces, que penetram até o íntimo das entranhas".
Pv. 18:21 "A morte e a vida estão no poder da língua".
Pv. 12:22 "Os lábios mentirosos são abomináveis ao Senhor; mas os que praticam a verdade são o seu deleite".
e tantos outros...

A mentira destrói relacionamentos, casamentos, sociedades, igrejas e até vidas.
E realmente essa é a intenção do diabo: destruir, roubar e matar.
Por isso Deus detesta a mentira e os mentirosos não entrarão no reino dos céus.
"Quanto porém aos covardes, aos incrédulos, aos abomináveis, aos assassinos, aos impuros, aos feiticeiros, aos idólatras e a todos os MENTIROSOS, a parte que lhes cabe será no lago que arde com fogo e enxofre, a saber, a segunda morte".

3. Deus detesta MÃOS QUE DERRAMAM SANGUE INOCENTE

O Senhor detesta a violência, o homicídio. O primeiro homicídio relatado na Bíblia foi o de Abel, em Gn. 4:8-10.
O espírito da violência está disseminado pelo mundo. Numa rápida olhada pelo jornais veremos diversos relatos de violência. A violência está cada vez mais banalizada em nossos dias.
E não é incomum vermos atos de violência entre irmãos e até entre conjuges crentes. É a mundanização das relações entre irmãos em Cristo.
Temos que advertir sempre que Deus detesta tais comportamentos e que por isso consequências terríveis advém de tais atitudes.






4. Deus detesta CORAÇÃO QUE TRAMA PROJETOS INÍQUOS
No caso de Caim, o Senhor o advertiu de que seu coração estava contaminado pela maquinação do mal (Gn. 4:7).
Tiago explica o que chamo de processo demoníaco/diabólico do pecado (Tg. 1:13-15):
"Cada um é tentado quando atraído e seduzido pela sua propria cobiça (desejo mau), então a cobiça, havendo concebido, dá a luz ao pecado; e o pecado sendo consumado, gera a morte."
Em Pv. 6: 12-15, a Palavra de Deus descreve "O homem vil e iníquo": "anda com a perversidade na boca, pisca os olhos, faz sinais com os pés, e acena com os dedos; perversidade há no seu coração, todo o tempo maquina o mal, anda semeando contendas. Pelo que a sua destruição virá repentinamente; subitamente será quebrantado sem que haja cura".
Percebemos então que devemos ter um coração quebrantado e puro. Não podemos deixar a mágoa, a ira, ressentimentos ou maldade fazer morada em nosso interior.
O prática do pecado nos torna insensíveis para com essa verdade e nos transforma em "brutos sem razão". A busca por uma vida santa e dedicada a Deus nos livra de sermos contados com os que vivem a tramar maldades e violências.

5. Deus detesta PÉS QUE SE APRESSAM A CORRER PARA O MAL
É preciso pedir a Deus, sempre, sabedoria.
Precipitações, impaciência, ingenuidade, fraqueza, tentações, ciladas do maligno... bem podem nos levar a "correr para o mal".
A Bíblia alerta quanto a isso: "Não é bom agir sem refletir; e o que se apressa com seus pés erra o caminho". (Prov. 19:2)
A orientação é para que antes de tomarmos uma decisão ou fazermos escolhas, devemos nos aconselhar com Deus. E como fazer isso?
a) Através da leitura, meditação e estudo pessoal da Palavra
b) Através da sensibilidade em ouvir Deus falando (um sermão, um estudo bíblico, uma situação da vida)
c) Através de um aconselhamento pastoral

Aqui vale o texto de Prov. 15:22 que diz: "Onde não há conselho, frustram-se (fracassam) os projetos; mas com a multidão de conselheiros há bom êxito".
E é óbvio que os conselheiros aqui mencionados no texto bíblico são pessoas que tem temor a Deus e que o conhecem e o servem, do contrário, os conselhos dados por pessoas ímpias podem nos levar a grande transtornos como o Salmo 1: 1,2 afirma: "Bem aventurado (feliz) o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores e nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do Senhor e na sua lei medita de dia e noite".
Em tudo precisamos primeiro ouvir o que Deus pensa e qual a orientação para agirmos. Nenhuma decisão ou escolha em nossa vida deve fugir a este princípio.

6. Deus detesta TESTEMUNHA FALSA QUE PROFERE MENTIRAS

Em Atos 6 temos o relato de como Estevão teve que enfrentar acusações de falsas testemunhas (Atos 6: 13,14). No julgamento do Senhor Jesus, os judeus do Sinédrio usaram o mesmo precedente contra o Mestre (Mat. 26:59). Talvez o caso mais escandaloso de falsas testemunhas de todos os tempos seja o de Mateus 28: 11-15, no caso do suborno dos guardas do sepulcro de Jesus, para que testemunhassem uma versão mentirosa, do roubo do corpo enquanto dormiram.
 A Bíblia adverte duramente os que se portam a tais atitudes: "A testemunha falsa não ficará impune; e o que profere mentiras não escapará." (Prov. 19:5)
  

7. Deus "ABOMINA" O QUE SEMEIA CONTENDA ENTRE IRMÃOS
Tais pessoas são abomináveis para Deus.
E é mesmo terrível ver essas pessoas em ação. Conturbam ambientes, transtornam reuniões e magoam profundamente as demais pessoas com que convivem.

São aqueles que trazem à tona assuntos já resolvidos, já tratados, já perdoados. São os que trazem a público questões que são íntimas das pessoas e que por assim o serem devem ser tratadas com todo cuidado, sabedoria e discernimento.
Ao invés de pacificar situações acabam por jogar "mais lenha na fogueira". Atiçam os ânimos dos demais e fortalecem conflitos e atritos.
Amam uma "boa briga" e sempre estão dispostos a uma fervorosa discussão, mesmo que o assunto não diga respeito a eles e muito menos estão preocupados com as pessoas envolvidas.
São os "crentes Bruce Lee".
Destroem amizades e contaminam igrejas.
Certamente de todas as atitudes destestáveis aqui mencionadas, as dessas pessoas são as mais abomináveis pois conseguem em pouco tempo trazer muita destruição aos relacionamentos entre irmãos e consequentemente a obra de Deus.
A Bíblia alerta a esses em diversos textos:
"O homem vil suscita o mal; e nos seus lábios há como que um fogo ardente. O homem perverso espalha contendas, e o difamador separa amigos íntimos. O homem violento alicia o seu vizinho e guia-o por um caminho que não é bom. Quando fecha os olhos fá-lo para maquinar perversidades, quando morde os lábios, efetua o mal". (Prov. 16:27-30)
"Faltando lenha, apaga-se o fogo; e não havendo difamador, cessa a contenda. Como o carvão para as brasas, e alenha para o fogo, assim é o homem contencioso para acender rixas. Quando te suplicar com a voz suave, não o creias; porque sete abominações há no seu coração. Ainda que o ódio se encubra com dissimulação, na congregação será revelada a sua malícia." (Prov. 26: 20-26)
"O que perdoa a transgressão busca a amizade; mas o que renova a questão, afasta amigos íntimos." (Prov. 17:9)

Conclusão
Este artigo tem como objetivo nos alertar para tais atitudes. Para que não incorramos em praticar estas coisas que Deus considera detestáveis e abomináveis.
Lembremos de Prov. 15:3 que nos afirma: "Os olhos do Senhor estão em todo lugar, contemplando os maus e os bons."
Que nos preocupemos com nossas ações. Não despertemos a ira de Deus.
Deus nos observa e no grande dia nos apresentaremos ante o Tribunal de Cristo (2 Cor. 5:10; Rom. 14:10), onde cada atitude, dom, talento, palavra e ato feito por meio do corpo serão julgadas pelo nosso Senhor.
Busquemos então a recompensa e a declaração do Mestre: "Servo bom e fiel, foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei, entra no gozo de teu Senhor" (Mat. 25:23).

Deus os abençoe.

Pr. Magdiel G Anselmo.


5 comentários:

  1. Bom dia irmão.
    EXCELENTE TEXTO, devemos meditar nestas palavras todos os dias e nos esforçarmos para não praticarmos nenhuma destas atitudes.
    Que Deus continue te abençoando e te dando sabedoria para compartilhar estas preciosidades com seus irmãos.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom e aplicável pastor! Em épocas do descaso pela Palavra de Deus e pelos valores cristãos, é preciso voltarmos aos princípios fundamentais da fé cristã!

    ResponderExcluir
  3. Paz, Pr. Magdiel.

    Acredito sinceramente que a sua mensagem trará ao Corpo de Cristo exortação e principalmente edificação. Já que nos dias atuais pregar a VERDADE está "fora de moda". Fala-se de tudo nas congregações, mais o simples e transformador Evangelho deixado pelo Senhor Jesus tem ficado em segundo, terceiro e as vezes em último plano.

    Aguardo sua visita em meu espaço, ficaria feliz em tê-lo como seguidor.
    Já te seguindo.

    http://frutodoespirito9.blogspot.com/

    Em Cristo,

    ***Lucy***

    P.S. Conheci um blog que está com 12 estudos interessantes e atuais. Vale a pena conferir e comentar...

    http://discipulodecristo7.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Muito bom!!! D'us também ABOMINA quem despreza as suas LEIS e diz que a GRAÇA anulou tudo. Vemos em Provérbios 28:9 - "O que desvia os seus ouvidos de ouvir a lei, até a sua oração será abominável." SHALOM!!!!

    ResponderExcluir
  5. Pra que nos observemos todos dias..sem olhar pro erro do irmão,mas sobretudo analisando nossas atitudes e pensamentos,para ver se realmente podemos dizer que estamos em comunhão com ELE.
    Muito bom!
    suely
    http://sbertoncini.zip.net
    mensagens bíblicas a cada dia!

    ResponderExcluir

Faça seus comentários. Sua opinião é importante. Participe.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...