sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Uma só carne.

É verdade que podemos descobrir e perceber o amor de Deus por nós em várias oportunidades e em coisas diversas.
Podemos observar seu amor para conosco na própria criação, onde Ele preparou tudo para que vivessemos em um mundo repleto de belezas e de perfeição sem igual. A natureza é linda e está a nossa disposição para contemplarmos e participarmos de sua existência.
O amor de Deus se expressa também nas variadas formas e cores, nas criaturas inúmeras, cada uma com sua beleza própria e singular, cada animal, vegetal ou paisagem nos faz refletir sobre a capacidade que Deus tem de revelar seu amor. Certamente, Deus as fez para nos alegrar e para sentirmos a paz que Ele tanto deseja nos proporcionar.
Posso perceber isso e me regozijo em servir a esse Deus tão justo, porém tão gracioso e amoroso em cada atitude e em cada detalhe de sua criação.
Mas, o que me faz descobrir o quanto Deus me ama é quando penso na pessoa que Ele separou para estar comigo, andando comigo, sendo companheira e amiga em todos os momentos, sejam eles alegres, festivos ou tristes e sofridos.
Isso me leva a concluir que o amor de Deus é tão imenso por mim que preparou com todo cuidado e carinho alguém que poderia me compreender e muito mais do que isso, poderia me amar sincera e generosamente.
O que posso dizer dessa pessoa? O que dizer de alguém que suportou sem nunca reclamar as idas e vindas do início de meu ministério? Suportou a impetuosidade de um obreiro sem experiência e que muitas vezes esquecia a própria família em prol da igreja. Sendo enviado para locais que não eram os mais agradáveis. Morando em casas, muitas vezes sem conforto, tendo sua privacidade invadida por membros das igrejas que pastoreava. Casas pastorais que não nos possibilitavam nenhum  momento de tranquilidade em família.
O que dizer de alguém que com a mesma alegria e motivação me acompanhava sempre com o mesmo singelo sorriso, seja quando pastoreava uma igreja com algumas dezenas de pessoas, seja com algumas centenas?
O que dizer de alguém que nos momentos em que era esquecida pela congregação, quando somente lembravam do pastor e não de sua esposa (da pastora), não murmurava e ao contrário, compreendia com sabedoria e sensatez que existem pessoas que pensam equivocadamente e tem atitudes impensadas?
O que dizer de alguém que sempre esteve ao meu lado, chorando comigo, me fazendo um carinho quando todos me abandonavam? Que me consolava quando precisava ouvir uma palavra de conforto e um colo para descansar do dia-a-dia ministerial?
O que dizer dessa mulher que no aconchego de nosso quarto ouvia minhas queixas e minhas lamúrias e nunca aceitou meu fracasso? Que sempre me mostrava que seu amor era maior do que todas as frustrações e decepções?
O que dizer dessa companheira que quando eu era homenageado ou alcançava um objetivo traçado e planejado, se alegrava comigo e demonstrava a todos sua satisfação pelo meu sucesso?
O que dizer dessa amiga que me defendia em todos os momentos diante de meus detratores? Que me advertia a sós quando eu estava errado e com amor me fazia refletir sobre minhas decisões equivocadas?
O que dizer dessa mulher de Deus que mesmo quando passamos por fases difíceis, falta de dinheiro, o sustento dos filhos ainda pequenos, quando a igreja não respondia a nossas expectativas, etc..., nunca desanimou, sempre entendeu a visão que Deus me dava, sempre respeitou minhas ponderações e orientações?
O que dizer dessa mulher que mesmo com tantas responsabilidade no lar, ainda assume funções na igreja, ajudando-me, dividindo comigo muitas tarefas que sozinho não conseguiria realizar? Alguém que serve a Deus com liberalidade e solidariedade pelos irmãos?
O que dizer dessa pastora que sempre compreendeu a minha posição de marido. Que sempre foi submissa e que me ajudou a entender que submissão não é escravidão mas sim opção de vida cristã. E que o marido deve amar e respeitar sua esposa, tratá-la com carinho e compreensão?
O que dizer dessa ajudadora, dessa auxiliadora? O que dizer dessa minha amada?
Sei que Deus me ama. Por isso ela é minha esposa. Como Ele me ama...
Só pode por isso.
Uma mulher que me fascina e me motiva. Uma mulher que me surpreende e me alegra.
Sabe meu amor, mesmo com todos esses anos de casado e de ministério, ainda lembro quando a vi pela primeira vez, lembro do seu olhar tímido que desviava do meu, meio com vergonha, meio sem jeito. Lembro da nossa primeira conversa naquela acampamento de jovens. Lembro da sua voz meiga e doce, que quase me fazia ninar. Lembro bem de nosso primeiro beijo. Lembro que andávamos muito indo e voltando da igreja, mas que não me cansava (você morava longe da igreja, lembra?)
Lembro do dia que ficamos noivos em um culto e juramos amor para sempre. Lembro dos preparativos para nosso casamento, de nossa alegria em deixar tudo muito bonito e inesquecível.
Lembro de nosso casamento, do choro da alegria, da cerimônia tão linda e da Palavra que foi ministrada que dizia que aquele momento era de festa e alegria e também de compromisso e responsabilidade. Entendemos bem, não foi amor?
Você estava linda. Você continua linda.
Lembro de nosso primeiro ano de casado. Você era e é tudo que eu esperava e pedia a Deus. 
Lembro da chegada das crianças. Quanto alegria. Quanta responsabilidade.
Aprendemos a cuidar deles, a educa-los no Senhor. São jóias que Deus nos deu para cuidar. E parece que estamos nos dando bem.
Lembro bem... Ah, me lembro como se fosse ontem.
Sabe minha querida esposa, em mais esse ano de casado, quero declarar que meu amor por você não é o mesmo do início de nosso relacionamento. É muito maior e mais consistente. É muito mais maduro e completo.
Você é fruto do amor de Deus. Sem você sou pela metade. Somos um. Uma só carne.
O que dizer de você? Pra quem não tinha o que dizer, até que disse bastante, mas não será o suficiente pra expressar o que é na minha vida. O que significa pra mim.
Que Deus sempre lhe abençoe, lhe sustente e lhe preserve assim.
Que Deus me ajude a cuidar de você. A ser como marido o que você é como esposa.
Obrigado Senhor por minha esposa. Obrigado por me amar tanto assim.




Te amo Pra. Adriana, mulher de Deus, minha amiga, companheira, ajudadora, pastora, esposa e meu amor.

Somos um do outro, para sempre.





Seu marido,   

Pr. Magdiel G Anselmo



"Não é bom que o homem esteja só, far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea"

"Por isso deixa o homem, pai e mãe e se une a sua mulher, tornando-se os dois uma só carne."
Gênesis 2: 18, 24.

3 comentários:

  1. O SENHOR continue abençoando muito vocês e vosso ministério. Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Praise the Lord pastor.

    http://youcanfacetodaybecausehelives.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. O que dizer desse homem de Deus?
    Maravilhoso,amoroso,responsável,companheiro,pai,marido,pastor,escolhido de Deus para pastorear com amor o rebanho que Ele lhe confiou.
    Deus abençoe a sua vida e o seu Ministério.Nossa caminhada nem sempre foi ou é fácil, mas ela nos ensinou a confiar cada dia mais no Senhor e a depender Dele.
    Em Provérbios 3:13 está escrito:"Feliz o homem que acha a sabedoria,e o homem que adquire conhecimento".E Deus tem te abençoado com conhecimento e sabedoria,quando você prega a Palavra Dele com zelo e cuidado, seja na nossa igreja ou em outra, alcançando vidas com a Salvação e Restauração de Cristo, para o louvor e a glória do Nome Dele.
    Que Deus te conserve sempre assim, tão especial e importante na minha vida e te abençoe hoje e sempre!
    Te amo muito!!!

    Pra Adriana

    ResponderExcluir

Faça seus comentários. Sua opinião é importante. Participe.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...