terça-feira, 28 de setembro de 2010

O Bom Filho.


Outro dia em uma conversa com meu filho, falávamos sobre o que é ser um bom filho, e confesso que em certo momento, aprendi com ele. Entre um conselho e outro   de pai, deixava que comentasse e me surpreendi com a precisão bíblica dos comentários de meu querido filho.  
Ele, mesmo com toda sua energia e impetuosidade adolescente ressaltava com veemência algumas virtudes e com certo conhecimento bíblico, adquirido desde a tenra infância no convívio em uma família cristã como a nossa e sempre envolvido e participativo na Igreja, enumerava exemplos de obediência e da falta dela em alguns personagens bíblicos.
Esta conversa me inspirou a escrever e refletir mais sobre o assunto. E, por isso desejo partilhar convosco algumas de nossas conclusões.
São simples e objetivas, contudo de grande profundidade e dignas de reflexão:

As características de um(a) bom(a) filho(a).

1. O bom filho ama seu pai.

Isso pode parecer óbvio. Porém, amor é muito mais do que palavras. Amor é ação.
Uma das formas de amar é buscar agradar aquele que afirmamos amar. É buscar fazer aquilo que ele gosta. E mais, é estar sempre atento aos gostos e desejos do ser amado, para que no momento certo e oportuno realizemos atitudes e ações de amor que comprovadamente serão agradáveis a quem amamos.
O filho que ama de verdade seu pai sabe o que pode fazer para agradá-lo e o faz com alegria e satisfação. A alegria do bom filho é ver seu pai feliz.

2. O bom filho é grato ao pai.

Um filho ingrato causa sofrimento imenso ao seu pai. A ingratidão fere profundamente. 
O bom filho não lembra do pai somente para adquirir coisas ou por interesses pessoais. O bom filho lembra e agradece ao pai pelo que ele é e pelo que ele já fez por ele.
A pior dor para um pai é perceber que seu filho não considera o que ele passou para que esse filho pudesse ser o que é hoje. 

3. O bom filho honra o nome de seu pai.

Um pai sempre se alegrará ao ver que seu filho valoriza o nome que leva consigo. O pai sentirá prazer de ter seu nome ligado ao de seu filho. quando este por suas atitudes e procedimento é conhecido como alguém "de palavra" e que possui uma boa fama.
O pai saberá que seu legado será repassado aos filhos de seus filhos. E isso faz com que considere que todo seu sacrifício em ensinar e cuidar daquele filho não foi em vão.

4. O bom filho quer estar com seu pai e não com a herança do pai

Um filho que realmetne ama seu não pensa na herança. Ele deseja estar o maior tempo possível com seu pai. Esse é o seu maior tesouro. A presença de seu pai lhe traz alegria e aprendizagem. A simples menção da falta do pai lhe causa tristeza.
O que ele pode ter não é maior do que estar com seu pai. E o pai percebe isso em seu filho e respondendo às suas necessidades, permanece com ele, por amor.

5. O bom filho cuida de seus irmãos para o seu pai.

O bom filho não tem ciúmes ou inveja de seus irmãos. Ao contrário, ele cuida deles para o pai. Ele ama os irmãos mais novos com o mesmo amor que seu pai tem por ele. A família é importante para o bom filho, e por isso ele valoriza estar juntos. Ensina a seus irmãos isso e busca moldar neles o mesmo sentimento e pensamento que tem com relação a seu pai.

6. O bom filho tem o "jeito" de seu pai

O bom filho imita seu pai em tudo. Observa cada detalhe da sua personalidade e caráter e busca seguir a risca. Está sempre atento as atitudes e ensinamentos do pai para aprender com elas e depois pratica-las.

Essas são algumas características que observamos nos bons filhos. Existem mais, mas essas já podem sinalizar para a conclusão de que alguém é ou não um(a) bom(a) filho(a).

Ah, também conversamos sobre o que é ser um bom filho de Deus.
Pareceu-nos que as características são muito semelhantes. Muito mesmo.
Você também não pensa assim?

 Pr. Magdiel G Anselmo.






7 comentários:

  1. excelente texto. parabéns pelo seu filho. Deus sabe perfeitamente o que é ter um bom Filho...

    shalon

    luiz

    ResponderExcluir
  2. Seu filho mostrou ser um excelente filho com essas respostas. Parabéns ao filho e ao pai que o ensinou no caminho em que deve andar. Parabéns pela reflexão, meu caro pastor.
    Um abraço.
    Rev. Agnaldo Silva Mariano
    www.creioeconfesso.com

    ResponderExcluir
  3. Já dizia Salomão: o filho sábio alegra seu pai. Regozije-se então, querido pastor!

    Parabéns pastor pelo seu filho! Que Deus continue abençoando o senhor e sua família!

    Graça e Paz!

    ResponderExcluir
  4. A Paz do Senhor,
    Gostei muito deste post, que bom que seu filho esta crescendo na graça e no conhecimento além de crescer na estatura, mérito seu.
    Deus continue te usando e abençoando.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  5. Caro Pastor,

    Cheguei aqui por intermédio de outro BLOG. Gostei e estou seguindo.... Um abraço

    Pr. GG

    ResponderExcluir
  6. era o que eu estava procurando

    ResponderExcluir
  7. Excelente Pastor Magdiel!
    Creio assim também.
    Abração!
    Edson Lopes

    ResponderExcluir

Faça seus comentários. Sua opinião é importante. Participe.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...